Isabeli Fontana (Mlages) usa vestido Triton, joias Dassa Danna e luvas Prada – Foto: Lufré, com direção criativa de Jean Labanca, styling de Marcel Maia (Mlages), beleza por Helder Rodrigues (Capa MGT), produção de moda Carolina Albuquerque e Henrique Maciel, produção executiva Bruno Uchoa, assistente de beleza Juliana Boeno, manicure Claudia Vitoria, assistentes de fotografia Cassiano Lopes e Murilo Uchôa, assistente de arte Carmem Lages, assistente de produção Laura Cavalcante e tratamento de imagem Telha Criativa

O número 25 pode ser nada, quando comparado a infinidade de numerais que existem. Pode ser duas dezenas somadas a cinco unidades. Pode, também, ser a metade de cinquenta. Pode ser uma bodas de prata muito esperada por um casal. Ou, ainda, a primeira crise da fase adulta. Mas, para Isabeli Fontana, pensar neste número é voltar o olhar para trás e relembrar de toda sua vida, carreira, sonhos e desafetos. “Quando vejo e ouço o número 25, logo vem a minha vida inteira na cabeça. Comecei muito nova. Toda a minha história de vida está dentro destes anos de carreira. Tudo se mistura”, conta ela, enquanto esperava suas sobrancelhas descolorirem para fotografar o editorial de capa da Bazaar de setembro.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Moleca de tudo e magrela demais quando começou – como ela mesmo se define -, a supermodelo de 38 anos saiu de Curitiba, no Paraná, antes de completar seus 13 anos e se aventurou em um concurso de modelos em São Paulo, no qual venceu e não parou mais. Dali em diante, morou na Itália, França e Nova York e conquistou o mundo fashion, emprestando seu rosto e suas curvas para gigantes nomes ao redor do globo. De Valentino a Calvin Klein, de marcas nacionais a grifes que não falam português. Todo mundo sabe quem é a Fontana.

Isabeli Fontana reflete sobre seus 25 anos de carreira
Isabeli Fontana (Mlages) usa look total Louis Vuitton – Foto: Lufré, com direção criativa de Jean Labanca, styling de Marcel Maia (Mlages), beleza por Helder Rodrigues (Capa MGT), produção de moda Carolina Albuquerque e Henrique Maciel, produção executiva Bruno Uchoa, assistente de beleza Juliana Boeno, manicure Claudia Vitoria, assistentes de fotografia Cassiano Lopes e Murilo Uchôa, assistente de arte Carmem Lages, assistente de produção Laura Cavalcante e tratamento de imagem Telha Criativa

Vivendo uma fase totalmente espiritualizada, onde mantras são a trilha sonora do despertar ao adormecer, Isabeli diz sem pestanejar que seu maior motivador de vida sempre foi ajudar sua família financeiramente. Revela entender, hoje, que perdeu boa parte da infância e adolescência completa por estar sobre saltos nas passarelas e ainda entende que nenhum arrependimento existe para a canceriana com lua em áries.

À Bazaar, ela faz um balanço completo dos seus 25 anos de carreira, fala sobre o atual momento da moda, casamento com Di Ferrero, espiritualidade, religião, vida extraterrestre, procedimentos estéticos, cannabis e muito mais. Com clareza, deslumbre e um toque de fineza que toda supermodelo tem.

Isabeli Fontana reflete sobre seus 25 anos de carreira
Isabeli Fontana (Mlages) usa trench coat Burberry, body Triton, calça Coca-Cola Clothing, óculos Bottega Veneta, cintos Gigi Studio e botas Miu Miu – Foto: Lufré, com direção criativa de Jean Labanca, styling de Marcel Maia (Mlages), beleza por Helder Rodrigues (Capa MGT), produção de moda Carolina Albuquerque e Henrique Maciel, produção executiva Bruno Uchoa, assistente de beleza Juliana Boeno, manicure Claudia Vitoria, assistentes de fotografia Cassiano Lopes e Murilo Uchôa, assistente de arte Carmem Lages, assistente de produção Laura Cavalcante e tratamento de imagem Telha Criativa

Adolescência roubada

“Eu era muito nova quando comecei na moda. Uma menininha de tudo, uma criança aprendendo sobre o mundo. Foi acontecendo tudo muito rápido e, ao mesmo tempo, fora de hora. O lugar certo para eu estar era na escola, vivendo a minha adolescência, que não vivi. Trabalhava tendo em mente que tinha de ajudar a minha família. Apareceu uma oportunidade que, hoje, entendo muito bem e sou muito grata. Sou extremamente grata com tudo.”

Isabeli Fontana reflete sobre seus 25 anos de carreira
Foto: Lufré, com direção criativa de Jean Labanca, styling de Marcel Maia (Mlages), beleza por Helder Rodrigues (Capa MGT), produção de moda Carolina Albuquerque e Henrique Maciel, produção executiva Bruno Uchoa, assistente de beleza Juliana Boeno, manicure Claudia Vitoria, assistentes de fotografia Cassiano Lopes e Murilo Uchôa, assistente de arte Carmem Lages, assistente de produção Laura Cavalcante e tratamento de imagem Telha Criativa

Adeus, Curitiba

“A primeira vez que saí da minha cidade foi para o concurso da Elite, em 1996. Tinha 12 para 13 anos. Vim de ônibus para São Paulo com a minha mãe. Fiquei uma semana no concurso, mas, para mim, pareceu uma eternidade, porque foi uma experiência muito diferente e doida. Sair do meu bairro, pequeno e tranquilo, para a cidade agitada. Era muito estranho. Lembro que não me sentia pertencendo a este lugar, não. Foi muito difícil para mim.”

Isabeli Fontana reflete sobre seus 25 anos de carreira
Look total Prada – Foto: Lufré, com direção criativa de Jean Labanca, styling de Marcel Maia (Mlages), beleza por Helder Rodrigues (Capa MGT), produção de moda Carolina Albuquerque e Henrique Maciel, produção executiva Bruno Uchoa, assistente de beleza Juliana Boeno, manicure Claudia Vitoria, assistentes de fotografia Cassiano Lopes e Murilo Uchôa, assistente de arte Carmem Lages, assistente de produção Laura Cavalcante e tratamento de imagem Telha Criativa

Graduação e pós nas passarelas

“Dos 13 aos 15 anos, foi quando eu tive a minha verdadeira escola na moda, porque estava ‘camelando’ e aprendendo. Andando muito de salto, machucando os meus pés nas idas aos clientes. Eram muitos, além de estilistas que eu tinha que visitar – e não sabia se minha carreira de modelo ia decolar, mas eu segui.”

Carreira internacional

“Morei entre Itália e França dos 13 aos 15 anos. Voltava para o Brasil uma vez por ano, porque a passagem era uma fortuna, e eu não tinha dinheiro para isso. Com 15, fui para Nova York, onde tudo aconteceu: de Calvin Klein a Valentino, Oscar de la Renta. Tudo”.

Isabeli Fontana reflete sobre seus 25 anos de carreira
Isabeli Fontana (Mlages) ussa vestido e colar Dolce & Gabbana, anéis e bracelete Dassa Danna – Foto: Lufré, com direção criativa de Jean Labanca, styling de Marcel Maia (Mlages), beleza por Helder Rodrigues (Capa MGT), produção de moda Carolina Albuquerque e Henrique Maciel, produção executiva Bruno Uchoa, assistente de beleza Juliana Boeno, manicure Claudia Vitoria, assistentes de fotografia Cassiano Lopes e Murilo Uchôa, assistente de arte Carmem Lages, assistente de produção Laura Cavalcante e tratamento de imagem Telha Criativa

O começo em Nova York

“Não falava inglês quando cheguei a Nova York, mas foi lá que tudo brilhou para mim: todos os testes que eu fazia, passava. Pegava todos os trabalhos. Até a agência ficou meio chocada: ‘Quem é essa menina?’. Cheguei lá com um book que eu tinha. Na minha cabeça, era muito incrível. Havia feito na Europa. Mas ao chegar na agência, ouvi: ‘Isso vai pro lixo. A não ser que você queira guardar de recordação’. Tinha gastado todo o meu dinheiro naquele book.”

Modo turbo

“Tinha dias que eu tinha dois, três trabalhos. A agência me aconselhava a pegar todos, porque vivia uma coisa na moda, que todo mundo queria viver: trabalhar com pessoas excelentes, artísticas, excêntricas, doidas. Cresci neste mundo e acho que sou isso. Saí de Curitiba e fui para o mundo fazer arte e inspirar os outros.”

Isabeli Fontana reflete sobre seus 25 anos de carreira
Camiseta Coca-Cola Clothing, calcinha Calzedonia, colares, brincos e anéis Swarovski, anéis e pulseira Dassa Danna, cintos Gigi Studio, e colar, suspensório e cinto Chanel – Foto: Lufré, com direção criativa de Jean Labanca, styling de Marcel Maia (Mlages), beleza por Helder Rodrigues (Capa MGT), produção de moda Carolina Albuquerque e Henrique Maciel, produção executiva Bruno Uchoa, assistente de beleza Juliana Boeno, manicure Claudia Vitoria, assistentes de fotografia Cassiano Lopes e Murilo Uchôa, assistente de arte Carmem Lages, assistente de produção Laura Cavalcante e tratamento de imagem Telha Criativa

Motivação para subir no salto

“Ajudar minha família era a minha motivação diária como modelo, quando comecei. Sempre foi. Viemos de uma família muito simples, com muitas dificuldades financeiras. Ganhava um dinheiro, mandava para casa. Fazia outro trabalho e pagava contas.”

Feminilidade tardia

“Trabalhei com todas as marcas, sem exceção. As mais cool, as mais trends, as mais fashion. Eu era um moleque. Essa coisa de feminilidade foi aflorando muito depois para mim.”

Isabeli Fontana reflete sobre seus 25 anos de carreira
Body Calzedonia, jumpsuit Isabel Marant, braceletes Dassa Danna, luvas Prada e botas Miu Miu – Foto: Lufré, com direção criativa de Jean Labanca, styling de Marcel Maia (Mlages), beleza por Helder Rodrigues (Capa MGT), produção de moda Carolina Albuquerque e Henrique Maciel, produção executiva Bruno Uchoa, assistente de beleza Juliana Boeno, manicure Claudia Vitoria, assistentes de fotografia Cassiano Lopes e Murilo Uchôa, assistente de arte Carmem Lages, assistente de produção Laura Cavalcante e tratamento de imagem Telha Criativa

Ingratidão com a profissão

“Já vivi momentos da minha vida em que não queria mais modelar. Sabe quando você ainda não absorveu uma própria personalidade e identidade? Como caí no mundo da moda de balão, pousei sem saber onde estava, sem me entender direito. Foi aquele momento de olhar em volta e dizer: ‘Oi, peraí, minha vida é essa agora?’. É muito brilho, os olhares se voltam muito para você.”

Luxo

“Para mim, luxo é a verdade. Não adianta estar toda de ouro, grifes e diamantes e, por dentro, se sentir um lixo. O luxo é se reconhecer no seu corpo. O que me inspira todos os dias na moda é saber que você pode ser quem quiser, independente de qualquer coisa.”

Isabeli Fontana reflete sobre seus 25 anos de carreira
Isabeli Fontana (Mlages) usa blusa Modem, calça Chloé, luvas Prada e botas Louis Vuitton – Foto: Lufré, com direção criativa de Jean Labanca, styling de Marcel Maia (Mlages), beleza por Helder Rodrigues (Capa MGT), produção de moda Carolina Albuquerque e Henrique Maciel, produção executiva Bruno Uchoa, assistente de beleza Juliana Boeno, manicure Claudia Vitoria, assistentes de fotografia Cassiano Lopes e Murilo Uchôa, assistente de arte Carmem Lages, assistente de produção Laura Cavalcante e tratamento de imagem Telha Criativa

Corpos diversos

“Vivi essa pressão por estar sempre seca, bem magra. Ser, realmente, um esqueleto e um cabide para os designers. Era muito mais difícil. Hoje, a moda abriu o leque, todos podem ter um estilo incrível em corpos e etnias diferentes. O diferente é legal, é o que mais chama atenção. Ninguém precisa copiar o que está na revista ou no Instagram, mas é gostoso ter uma inspiração.”

Isabeli Fontana reflete sobre seus 25 anos de carreira
Óculos Louis Vuitton – Foto: Lufré, com direção criativa de Jean Labanca, styling de Marcel Maia (Mlages), beleza por Helder Rodrigues (Capa MGT), produção de moda Carolina Albuquerque e Henrique Maciel, produção executiva Bruno Uchoa, assistente de beleza Juliana Boeno, manicure Claudia Vitoria, assistentes de fotografia Cassiano Lopes e Murilo Uchôa, assistente de arte Carmem Lages, assistente de produção Laura Cavalcante e tratamento de imagem Telha Criativa

Sorte em ter Di Ferrero

“Nossa relação é perfeita. Ele me compreende. Eu compreendo ele. A gente tem nossos momentos. Ele vive de arte, então, tem que estar equilibrado. Eu vivo de arte, então, também tenho que estar equilibrada. São artes diferentes, mas elas se sincronizam. É muito lindo. Na verdade, ele é a pessoa que me ajuda e me fortalece todos os dias. Ele tem um espaço enorme em mim e na minha vida. É impressionante. Ele tem a cabeça muito aberta e consegue entender meu mundo – que são poucas pessoas que entendem. É meu marido, minha cara-metade. Tenho muita sorte”.

Isabeli Fontana reflete sobre seus 25 anos de carreira
Look total Dolce & Gabbana, colar, brincos e anéis Swarovski e pulseiras Dassa Danna – Foto: Lufré, com direção criativa de Jean Labanca, styling de Marcel Maia (Mlages), beleza por Helder Rodrigues (Capa MGT), produção de moda Carolina Albuquerque e Henrique Maciel, produção executiva Bruno Uchoa, assistente de beleza Juliana Boeno, manicure Claudia Vitoria, assistentes de fotografia Cassiano Lopes e Murilo Uchôa, assistente de arte Carmem Lages, assistente de produção Laura Cavalcante e tratamento de imagem Telha Criativa

Maternidade

“É uma experiência gigantesca na minha vida. Cuidava da minha família antes de ter filhos. Meu filho mais velho (Zion) acabou de se mudar para os Estados Unidos. Antes de ele ir, tive um colapso nervoso. Vou pelas emoções.”

Espiritualidade

“Estou em uma fase em que energia é a coisa mais importante. Sempre fui muito agitada, dentro e fora de mim. Agora, estou reaprendendo a viver uma paz que nunca tive. Fiz um curso intensivo de ioga e me tornei instrutora de kundalini na pandemia. Escuto mantras o dia todo. Eles têm a força de equilibrar o ambiente porque a gente traz muitas dores do dia a dia.”

Isabeli Fontana reflete sobre seus 25 anos de carreira
Body Triton, colar Dolce & Gabbana, brincos, colar e anéis Swarovski, pulseiras e anéis Dassa Danna e sapatos Rocio Canvas – Foto: Lufré, com direção criativa de Jean Labanca, styling de Marcel Maia (Mlages), beleza por Helder Rodrigues (Capa MGT), produção de moda Carolina Albuquerque e Henrique Maciel, produção executiva Bruno Uchoa, assistente de beleza Juliana Boeno, manicure Claudia Vitoria, assistentes de fotografia Cassiano Lopes e Murilo Uchôa, assistente de arte Carmem Lages, assistente de produção Laura Cavalcante e tratamento de imagem Telha Criativa

Uma dose de THC

“Minha relação com cannabis é excelente. Já provei uma pomada que tem tetrahidrocanabinol na fórmula e é indicada como calmante de músculos. Funciona superbem, tira aquela tensão das costas. Acho excelente, adoro”.

Procedimentos estéticos

“Tenho 38 anos, mas faço procedimentos naturais com meu dermatologista e não aparento, eu acho. Faço várias coisas. Adoro este mundo da estética porque sei que, também, dependo disso. É natural da nossa pele não ser mais a mesma com o passar dos anos. É normal. A Lei da Gravidade impera em tudo. Não tenho problema nenhum em falar. Levanto as coisas com laser para trabalhar a musculatura do rosto, faço botox, faço lifting, faço um tratamento natural de plasma que faz rejuvenescer a pele porque a gente vai perdendo toda a mucosa dela. Faço, também, aqueles tratamentos com ozônio via sangue. É uma loucura. Faço tudo isso”.

Isabeli Fontana reflete sobre seus 25 anos de carreira
Look total Miu Miu – Foto: Lufré, com direção criativa de Jean Labanca, styling de Marcel Maia (Mlages), beleza por Helder Rodrigues (Capa MGT), produção de moda Carolina Albuquerque e Henrique Maciel, produção executiva Bruno Uchoa, assistente de beleza Juliana Boeno, manicure Claudia Vitoria, assistentes de fotografia Cassiano Lopes e Murilo Uchôa, assistente de arte Carmem Lages, assistente de produção Laura Cavalcante e tratamento de imagem Telha Criativa

Mais arte, por favor!

“O que me mantém viva no mundo da moda é a arte. Trabalho com muita gente inspiradora, de uma alma artística absurda. Entro, embarco, adoro qualquer ideia. Essa veia artística é minha gasolina, é o que me dá vontade de estar no mundo fashion. Nem acredito que se passaram 25 anos! Parece que foi ontem que eu comecei.”

Baixe a edição na Apple Store
Baixe a edição no Google Play