Por Sylvain Justum

A nova fase da Lacoste chega ao Brasil. Responsável pelo extreme makeover pelo qual a tradicional grife do jacaré vem passando no último par de anos, o diretor criativo Felipe Oliveira Baptista está em São Paulo para a apresentação da coleção de verão 2012, que chega às lojas brasileiras em agosto.

Hoje à noite, o empresário Houssein Jarouche abre as portas de sua Micasa, hot spot do design paulistano, para um coquetel em homenagem ao português. Harper’s Bazaar foi ao lançamento, na Zípper Galeria e bateu um papo informal com Felipe.

“Mexer com as estruturas de uma grife tão tradicional como a Lacoste está sendo um desafio e tanto. Eu não teria conseguido sem o apoio de toda a cúpula da marca”, conta o simpático estilista.

Ele também possui uma linha própria, com seu nome, desde 2003. “São nichos diferentes, mas os universos conversam bastante, pois, invariavelmente, trazem referências do sportswear, que eu tanto gosto”, explica. De fato, cores vibrantes, recortes de todo tipo e traços limpos dão o tom nas peças apresentadas hoje pela manhã. A mudança reposiciona a Lacoste como player importante no cenário fashion, deixando para trás a pegada exclusivamente preppy e comercial que fez sua fama.

As clássicas pólos estão lá, veja bem, mas elas aparecem em versão cropped, para serem sobrepostas a macacões e tops ajustados. Os charmosos vestidos em piqué continuam ali, mas revisitados em versão minimalista, para deixar de ser uniforme casual e ir à festa, de preferência combinados com um dos sapatos de salto alto e detalhes metalizados da coleção. Ótimas peças urbanas como parcas de ares navy, jaquetas militares completam a linha, menos óbvias e ainda extremamente desejáveis.

Felipe, que já veio ao Brasil um punhado de vezes a lazer e para visitar amigos brasileiros, parte amanhã mesmo para Paris, de onde segue para o hypado Festival de Hyères,  berço de novos talentos e ideias frescas. Como as dele.