Jil Sander se inspira em esculturas e silhuetas para inverno 2022
Foto: Reprodução/WWD

Em um desfile rodeado por bustos e outras obras de artes, Jil Sander apresentou o que considera artsy no mundo da moda: as formas. Com pouquíssimas estampas e cores intensas, o inverno 2022 da marca ressalta o valor por trás de uma boa silhueta. Quadris arredondados, golas estruturadas, capas e camadas de peças foram construídas com a mesma intensidade usada para esculpir o mármore ao seu redor.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Assim como os artistas têm a delicadeza de criar texturas de tecidos a partir da rocha, a marca não deixa a sutileza de lado, mesmo em uma coleção com shapes e materiais fortes. Vestidos drapeados, slip dress e padrões florais vazados complementam e se opõem às lãs e ao couro.

Além da textura lisa que a pedra ganha ao ser esculpida, a Jil Sander também representa a aspereza da rocha bruta através de uma versão mais espessa. Botões, pingentes, broches e lenços acrescentam detalhes aos visuais que, muitas vezes, se rendem à tendência das bolsas duplas. Na galeria, reunimos os looks que se destacaram na coleção: