Lounge Bazaar inspirado em Diana Vreeland no SPFW

Após três meses de nossa chegada no Brasil, a Bazaar já está presente no SPFW, trazendo o “espírito” daquela que foi uma lenda e um mito no mundo da moda mundial, Diana Vreeland (1906-1989).

Diana tinha um gosto exótico e era obcecada pela cor vermelha, tanto que passou a vida toda procurando o tom de vermelho ideal para colocar em seu apartamento em Nova York. Era como costumava dizer: “um jardim no inferno”. Decorado nos anos 50 com paredes vermelhas e flores por todos os lados, baús Louis Vuitton, almofadas e poltronas em estampas de onça, moveis chinoiserie e muitas conchas, este era o cenário absurdamente fabuloso de Madame Vreeeland.

Foi essa a inspiração de Fabrizio Rollo, ao assinar o projeto com 100m²,do Lounge da Harper’s Bazaar. A ideia foi trazer essas referências do gosto de Vreeland para criar um novo universo de estilo para o século XXI: são sofás e biombo anos 40 em chinoiserie, colunas italianas, almofadas em estampas arrojadas florais e geométricas Scarf Me. O destaque fica por conta de duas litogravuras da serie Floral do Andy Warhol, anos 60, que foram selecionadas especialmente por Fabrizio e emprestadas pela Galeria Thomaz Saavedra.

Para deixar todo o ambiente mais agonchegante, foram servidas comidas orgânicas do Le Majue Bistrô e drinks como cointreau, caipirinhas Sagatiba e vodka Skyy. Se fosse viva, Diana Vreeland exclamaria com as mãos para cima, como de costume: Divino!