A objetificação de mulheres que são estereotipadas e hipersexualizadas é frequente há décadas em campanhas de publicidade, principalmente. A Suitsupply, especializada em alfaiataria e ternos masculinos – fundada em Amsterdã no ano 2000, e que hoje atua em 15 países, resolveu inverter os papéis e acaba de divulgar a primeira campanha de sua marca feminina, a Suistudio

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 Nos cliques em questão, mulheres bem vestidas aparecem ao lado de homens completamente nus.  “Dê uma olhada na nossa nova coleção e logo você vai perceber: nós nos especializamos em ternos, mas não vestimos homens”, afirma a empresa em seu site.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

No Instagram da Suistudio uma “chuva” de comentários permeou a rede social nas primeiras imagens divulgadas pela marca. “Nós já estamos cansadas da objetificação dos corpos femininos na publicidade. Ela é tão frequente e neutralizada que em alguns anúncios as mulheres mais parecem acessórios”, comentou uma seguidora. Outra ainda declarou: “Campanha genial! Define o meu pensamento.”

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 A campanha feminina parece ser uma resposta da Suitsupply às milhares de críticas que já recebeu por suas imagens de alto apelo sexual, muitas vezes, acusadas de machismo. Atualmente, nas últimas publicações da marca masculina em suas plataformas, não há resquícios de fotos apelativas e consideradas machistas.

Foto: Divulgação
Uma das campanhas anteriores da linha masculina, em que um homem bem vestido aparece ao lado de mulheres seminuas – Foto: Divulgação

E será que esta nova atitude da marca justifica a anterior?