Maria usa vestido de tule bordado colorido - Foto: Vicente de Paulo
Maria usa vestido de tule bordado colorido – Foto: Vicente de Paulo

Os olhos azuis claríssimos de Maria Frering entregam algo além da delicadeza e tranquilidade. Aos 27 anos, a carioca mostra um senso estético maduro, moderno e sem muitas regras. Afinal, seu lifestyle reúne várias atmosferas – e isso, visivelmente, é resultado de suas experiências morando fora do Brasil, entre Inglaterra e Estados Unidos.

Bolsa Prada - Foto: Vicente de Paulo
Bolsa Prada – Foto: Vicente de Paulo

“Gosto de misturar peças de diversos universos. Por exemplo, combinar calças jeans de corte atual com camisas mais clássicas, pegar uma bolsa que era da minha avó e usar com a sandália do momento”, conta a jovem, que, de fato, não conseguiu escapar da elegância no DNA.

Sandálias rasteiras da Dior - Foto: Vicente de Paulo
Sandálias rasteiras da Dior – Foto: Vicente de Paulo

Ela é filha da atriz Antônia Frering e neta de Carmen Mayrink Veiga, um dos principais ícones de sofisticação do País e da sociedade do Rio de Janeiro. Em 1995, com 5 anos, Maria entrou vestida de dama no colo de Hubert de Givenchy, ao lado da mãe, no desfile que marcou a última entrada do estilista na passarela da maison que leva seu sobrenome. Um momento memorável.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Look total jeans - Foto: Vicente de Paulo
Look total jeans – Foto: Vicente de Paulo

Sobre as tantas referências de estilo que teve em casa, ela sentiu o poder da influência de uma forma orgânica, absorvendo e observando apenas o que as adultas faziam – parte do comportamento genuíno das crianças. “Trata-se de um processo de aprendizado, não exatamente um momento. Desde que você nasce, começa a acompanhar as mulheres da sua família, e elas vão te esculpindo”, explica Maria, que traz a memória de ver a mãe se maquiando como uma das mais marcantes. “Um dia, ela fez um olho de gatinho em mim e colocou batom vermelho. Foi um dia muito especial do qual me lembro sempre.”

Crescendo entre tantas referências de estilo, desenvolveu um faro apurado e costuma procurar um caminho oposto ao mainstream. “Não gosto de ser fashion victim. Adoro roupas bem-feitas e usá-las de uma forma completamente diferente do que as pessoas usam nas ruas.”

Leia também:
Tudo sobre a aliança de noivado de Thássia Naves
Utilitário ou decorativo? As peças vanguardistas da d’Heygere
Tiffany divulga a primeira joia assinada por Reed Krakoff

Pulseira Lenny - Foto: Vicente de Paulo
Pulseira Lenny – Foto: Vicente de Paulo

Segundo ela, é possível chegar à equação visual perfeita selecionando apenas alguns itens marcantes que representam suas facetas no dia a dia. “Sou uma mulher atual, que é dona de casa, casada, trabalha e tem dois filhos [gêmeos]”, enumera ela, que faz parte do F*hits, a plataforma de influencers criada pela empresária Alice Ferraz, e também é designer de joias.

Bolsa preta vintage Daniel Swarovski e clutch Sylvia Toledano - Foto: Vicente de Paulo
Bolsa preta vintage Daniel Swarovski e clutch Sylvia Toledano – Foto: Vicente de Paulo

Aliás, a joalheria é um assunto à parte. Maria é fascinada pelas pedras preciosas, mas o amor começou de uma forma nada óbvia. “Sempre adorei desenhar objetos, principalmente os que eu poderia usar”, conta. Ela estudou gemologia na GIA (sigla para Gemological Institute of America), nos Estados Unidos, e transformou a paixão em negócio.

Maria Frering usa macacão pantacourt com acessórios vintage Yves Saint Laurent - Foto: Vicente de Paulo
Maria Frering usa macacão pantacourt com acessórios vintage Yves Saint Laurent – Foto: Vicente de Paulo

Para a label que leva seu nome e em breve será apresentada, ela investe em técnicas que combinam contrastes de cores vindas das pedras e da linha que usa para bordar. “Desenvolvi esse método ainda na minha marca antiga, a Voya. A união dos materiais coloridos com o metal e o desenho é mágica.”

Maria Frering combina tricô com calça esportiva - Foto: Vicente de Paulo
Maria Frering combina tricô com calça esportiva – Foto: Vicente de Paulo

O que ela antecipa sobre o próximo negócio é a primeira coleção feita com prata e pedras naturais, mostrando a evolução do trabalho com a linha. “Tem uma série inspirada em uma peça da minha avó, outra, em brasões.” Visivelmente, Carmen Mayrink Veiga é uma referência eterna. Para Maria e outras mulheres também.