À esquerda, Patricia usa peças valentino (blusa e sapato) e calça Isabel Marant ; à direita, look total Valentino- Fotos: Reprodução/Harper's Bazaar

Aos 30 anos, Patricia Bagattini é um dos principais nomes da implantação da Valentino no Brasil e corre contra o tempo nos preparativos para a abertura da primeira loja da marca italiana, ainda este ano, no shopping Cidade Jardim.

A coleção de roupas de seu organizado closet revela parte dessa história. Uma das peças que reserva com maior carinho é uma blusa Paco Rabanne vintage. “Gosto do que é especial e prefiro poucas coisas boas, em vez de acumular”, diz ela, que é fã da simplicidade de um bom jeans e camiseta. “Tenho total predileção por edições limitadas e itens de colecionador. São esses elementos que fazem a diferença no look.”

À esquerda, colar Daniela Cutait; à direita, bolsa e sapatos Valentino - Fotos: Reprodução/Harper's Bazaar

Um cardigã Dolce & Gabbana com print de onça é um dos grandes xodós do armário. “Essa é uma peça que tem vida própria, de tanto que já usei.” Mas, entre tantas roupas e acessórios, não há dúvidas de que uma marca reina como protagonista absoluta de seu acervo fashion: a Valentino. “Sempre foi minha predileta”, revela.

A evidência definitiva da afinidade? Casou-se com um vestido da grife, em 2010. “Ele [Valentino Garavani] é um ídolo, que tive a sorte de conhecer, alguns anos atrás, em Paris.” Com os pés no chão e zero deslumbramento, Patricia parece levar a vida com o mesmo gosto dos planos que fez na infância, quando já sabia que a moda era o seu caminho.