Michael Kors: de estilista a dono do grupo Capri Holdings

Americano completa 60 anos nesta sexta-feira

by Beatriz Poletto
Foto: Arquivo Harper's Bazaar

Foto: Arquivo Harper’s Bazaar

Michael Kors é um doos nomes mais poderosos da moda. No ano passado, o americano comprou a italiana Versace por mais de R$ 7 bilhões e, no início deste ano, seu grupo de marcas de luxo, intitulado Michal Kors Holdings, mudou de nome para Capri Holdings. Segundo o próprio estilista, essa é uma maneira de homenagear a história da label de Donatella Versace.

Nesta sexta-feira (09.08), Kors completa 61 anos e, para homenageá-lo, contamos um pouco de sua história e algumas de suas reviravoltas. Veja a seguir:

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Um dos mais famosos homens da cena nova-iorquina, Michael Kors começou cedo. Aos cinco anos, ele ajudava sua mãe, Joan Hamburger, a escolher os melhores looks para festas e casamentos.

O jovem abriu sua primeira boutique, a Iron Butterfly, em Long Island, onde vendia peças de roupas que ele mesmo estilizava, ou desenhava. Em 1977, se mudou para Nova York para estudar moda no Fashion Institute of Tecnology.  Porém, depois de nove meses, ele desistiu dos estudos para aceitar um cargo na Lothar’s Boutique, que estava bombando na cidade, na rua 57.

Michael Kors, NYFW - Foto: Reprodução/Now Fashion

Michael Kors, NYFW – Foto: Reprodução/Now Fashion

Sempre com tino para o lado comercial, em 1981 Michael Kors lançou sua própria label, tendo como primeira cliente a própria Lothar’s.

O primeiro desfile de sua label homônima aconteceu em 1984 e foi um sucesso de crítica. Marcas como Bloomingdales, Bergdorf Goodman, Lord & Taylor, Neiman Marcus e Saks compraram suas peças para revende-las em seus próprios estabelecimentos.

Provando seu valor, Michael Kors se tornou estilita da francesa Celine, em 1997. Ele foi o primeiro homem a ser nomeado como diretor criativo da marca e ajudou a reergue-la como uma label up to date. Depois de seis anos, o americano deixou a casa para focar na sua própria marca.

Tim Gunn, Heidi Klum, Michael Kors e Nina Garcia - Foto: Reprodução/IMDb

Tim Gunn, Heidi Klum, Michael Kors e Nina Garcia – Foto: Reprodução/IMDb

Além de ser nomeado pelo Council of Fashion Designers of America o designer do ano em 1999, em 2010 o conselho americano de moda o prestigiou com  o “Lifetime Achievement Award”. E, durante 10 anos, Michael Kors foi jurado do programa americano “Project Runway”, ao lado de Heidi Klum e Tim Gunn.

Donatella Versace com executivos da Michael Kors - Foto: Divulgação

Donatella Versace com executivos da Michael Kors – Foto: Divulgação

O que ninguém esperava era a reviravolta que Michael Kors conseguiu com seus negócios. O grupo Michael Kors Holdings, além de administrar a própria label homônima, possui a Jimmy Choo e a Versace. O objetivo do grupo, agora Capri Holdings, é continuar sua expansão. Podemos esperar ainda muito mais do empresário americano, que hoje é admirado por milhares de fashionistas.

Leia mais:
Bella Hadid e Austin Augie estrelam o inverno da Michael Kors
Rianne Van Rompaey estrela o inverno da Michael Kors
Michael Kors Access Runway: relógio é renovado para a temporada
Michael Kors inaugura novo conceito de loja em Mayfair