Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Por Luigi Torre

Miuccia Prada já disse inúmeras vezes que se sente mais a vontade na Miu Miu do que na Prada. O que é totalmente natural, ainda que um braço importante de sua empresa trata-se de uma marca em que a pressão externa e interna é consideravelmente menor – ou mais complacente e indulgente com suas paixonites e extravagâncias.

Sua abordagem é como de uma menina adolescente e suas obsessões momentâneas, ainda que sempre cerebral, subversiva e complexa. E neste inverno, é exatamente esse o pensamento por trás da coleção.

Decorada como um imenso quarto de uma jovem garota, que gosta de misturar suas blusas e suéteres de mangas infladas, com as minissaias de lã, maxicasacos de tweed com detalhes em píton e as joias extravagantes de sua mãe. Muitas vezes dando toques pessoais a estas peças que lembram mais o ontem do que o hoje.

E assim, Miuccia oferece sua visão sobre a nostalgia que permeia não só esta temporada, como toda uma geração de jovens, algo obcecada pelo passado não muito distante de sua infância e adolescência.

Clique em nossa galeria para ver looks da passarela da grife, em desfile realizado nesta quarta-feira (11.03), na semana de moda de Paris: