Christopher Kane - Inverno 2014/Fotos: Marcio Madeira

Decidido a provar que a aquisição de boa parte de sua marca pelo grupo PPR e toda a badalação sobre sua ida ou não para a Balenciaga não foram à toa, Christopher Kane decidiu mostrar todo seu potencial criativo a favor do luxo nesta coleção de inverno 2014, apresentada hoje (18.02), em Londres.

Mesclando uma série de ideias novas a outras já consagradas – como os seus sempre impecáveis vestidos texturizados–, o designer começa o show honrando suas raízes escocesas com uma série de saias kilts, modernizadas por prints camuflados e de texturas metalizadas. Eles fazem par extremante nobre com o mix de peles opulentas e com o couro. Kane ainda transporta os fechos do tradicional uniforme escocês para arrematar casacos de lã e ligar vestidos descontruídos.

Sua fixação por Frankenstein aparece na coleção em forma de vestidos e casacos delicadamente mal-acabados e com a costura aparente, dando a impressão de estarem esgarçados ou remendados.

Vestidos curtinhos de todo tipo, vazados, brilhosos e de construção rebuscada devem fazer a festa das it girls londrinas. Destaque para os modelos semitransparentes, de renda guipure geométrica – que remetem às decorações de seu último inverno – e perfume art nouveau.

Perto do fim, um bloco de estampas de tomografias cerebrais, assumidamente mais pop, promete fazer sucesso nas galerias do streetstyle internacional, simbolizando a fábrica de ideias que é a cabeça de Christopher Kane.