A gente costuma sentir uma espécie de orgulho misturado com emoção sempre que um estilista busca inspiração nos arquivos de uma grande maison, como faz Nicolas Ghesquière na Balenciaga.

O designer resgatou o chapéu que Cristobal Balenciaga criou em 1967 para combinar com seu famoso vestido de noiva de uma costura só em duas temporadas desde que assumiu a direção criativa da maison. A primeira vez foi em 2008, quando o estilista apresentou o chapeu em sua versão original na coleção de inverno da grife. A segunda (e mais recente) é uma versão viseira da peça, que vimos na passarela de primavera-verão 2012 da Balenciaga.

Adoramos a forma como a nova interpretação do chapeu cria uma estrutura para os ombros. Mais uma jogada super inteligente de Ghesquière que deve virar hit entre os fashionistas nesta temporada.

Foto: Reprodução