Fotos: reprodução
Fotos: reprodução

Por Sylvain Justum

O aguardado début de Nicolas Ghesquière na Louis Vuitton causou frisson, fez todo mundo acordar cedo e… correspondeu. A mudança de estilo é nítida, e nem poderia ser diferente. Sai a lady romântico-decadente de Marc Jacobs e entra uma garota mais “dura”, determinada, independente, cool, com atitude rocker.

Nicolas gosta da estética “guerreira” desde a Balenciaga. Para adaptá-la ao universo Vuitton, ele foca nos anos 60, com sua profusão de saias e vestidos em A, curtinhos, para usar com botas, de cano alto ou ankle. Os casacos seguem o mesmo shape e vão bem com as novas bolsas tipo frasqueira.

Nas estampas, floridas ou gráficas, é fácil reconhecer papéis de parede de outrora, enquanto os blazers são puro mod. Mas faltava a pitada Ghesquière nessa viagem toda: leggings brilhosas, tops zipados, esportivos, couro encerado, vinil… Tudo é mais estruturado, bem a seu modo, e a mistura de materiais tecno com os tradicionais evidencia bem o momento de transição. Boa estreia, consistente. Acompanhemos.

Clique na nossa galeria para ver uma seleção de looks do inverno 2015 da grife, em desfile realizado nesta quarta-feira (05.03), na semana de moda de Paris: