Vitorino Campos - Inverno 2013/Fotos: Marcio Madeira

Por Sylvain Justum

À base de muitas listras e mangas volumosas, Vitorino Campos confirma, em sua segunda apresentação no São Paulo Fashion Week, a condição de talento em ascensão da moda brasileira. Os materiais delicados de seu último verão, como seda, organza e tafetá, continuam, agora não mais em versão bonequinha de luxo minimalista, mas em um interessante mix de esporte com alfaiataria, urbano até dizer chega.

Os elegantes nudes do primeiro bloco abrem alas para um festival gráfico ora em vermelho, marrom e preto, ora em roxo;  um sem fim de listras em calças matadoras, vestidos estruturados com recortes estratégicos, tops boxy e casacos sessentinha. Barriga de fora para as mais abusadas, camisas metalizadas, abotoadas até em cima, para as recatadas. Nos pés delicadas sandálias teladas de salto fino.

O look: o total nude de mangas volumosas que abre o desfile. Chique demais

O clima: esporte urbano com pitadas vintage