O verão livre de Vitorino Campos

As modelagens da coleção apresentada nessa terça-feira serão disponibilizadas

by Guilherme Rodrigues

Quando Caetano Veloso lançou o experimental Araçá Azul, em 1973, o disco desagradou em cheio os fãs. “Foi uma liberdade de expressão que quis trazer para a coleção”, diz Vitorino Campos, que estendeu o sentimento à estratégia de lançamento – até domingo, várias peças terão modelagem liberada no site da marca para reprodução. “Quero que as pessoas interpretem, à seu modo”, completa Vitorino. Foi por isso que o branco domina os looks – camuflando-os com as paredes da Pair Concept Store, onde a coleção foi apresentada nas araras e já estão à venda. Há, apenas, costuras aparentes e cristais coloridos quebrando sutilmente a monocromia de sua alfaiataria versátil e atemporal. Detalhes em pele fake, nervurados, faixas e bolsos contribuem para “texturizar” algodōes rústicos e sarjas.