Tilda Swinton – Foto: Getty Images

Para quem estava com saudades de um tapete vermelho, o Festival de Veneza não está decepcionando. Em uma versão mais enxuta, com menos celebridades e dias e seguindo as recomendações contra o coronavírus – incluindo distanciamento social e uso de máscaras -, o evento continua sendo um dos mais glamorosos da temporada.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

O segundo dia do evento, que aconteceu nesta quinta-feira (03.09), foi marcado por uma das estreias mais aguardadas do festival: o lançamento mundial de “The Human Voice”, curta-metragem escrito e dirigido por Pedro Almodóvar, estrelado por Tilda Swinton e gravado em nove dias.

Foto: Getty Images

Para a ocasião, a atriz encantou com um vestido branco da Chanel com um trabalho floral impecável. Para completar o visual, Tilda optou por sapatos com uma estampa azul, que roubam a atenção de qualquer um que os observa. Assim como no primeiro dia, a artista não deixou a máscara de lado, usando um modelo maravilhoso de James Merry.

Foto: Getty Images

Cate Blanchett, que é presidente do júri da edição de 2020 do Festival de Veneza, optou por uma iniciativa sustentável para atravessar o red carpet: usar novamente looks com os quais já participou de outros tapetes vermelhos. O escolhido desta ocasião foi montado com peças da Alexander McQueen. A atriz já tinha usado a blusa no BAFTA de 2016 e, para atualizar o visual, optou por calças no lugar da saia longa usada na primeira vez.

Fotos: Getty Images e Reprodução/Instagram/@frida_aasen

A modelo Frida Aasen atravessou o tapete vermelho com um vestido da Alberta Ferretti. A peça mistura a leveza do tecido branco com um visual mais pesados das correntes.

Foto: Getty Images

Já a atriz Natasha Andrews optou por uma peça midi e transparente da Dior. O vestido foi usado sobre lingeries da grife, dando um toque de sensualidade a um modelo clássico.