Foto: Anna Clara Carvalho/Harper's Bazaar


Por Luiza de Beaurepaire

Após três edições este ano – janeiro, maio e novembro – a temporada de moda carioca chega a fim e, agora, se prepara para grandes mudanças. Paulo Borges, diretor criativo do Fashion Rio , conversou com a Harper’s Bazaar e contou o que deu certo nesta 22ª edição e o que podemos esperar do próximo evento. A partir de agora, o calendário antecipa os lançamentos das coleções de inverno para outubro/novembro e de verão para março/abril. Confira:

Como você avalia a edição Inverno 2013?
Avalio de forma muito positiva. As pessoas estavam aflitas, com medo de que não ia dar certo, mas tudo correu bem. Acho que isso aconteceu porque as pessoas são muito comprometidas e estão cada vez mais maduras. Muitas grifes, por exemplo, desfilaram nesta edição suas melhores coleções. Essa mudança no calendário foi a melhor coisa que aconteceu. Ela é fundamental para o mercado ficar mais competitivo. Precisamos pensar em novas estratégias, em modelos diferenciados de gestão, que ampliem as possibilidades de atuação

O que espera da próxima edição?
Acredito que em 2013 teremos a consolidação desse processo de transformação. A semana da moda é um motor não só para as lojas, mas também para a imprensa. Ela é uma ferramenta de conteúdo e o consumidor olha esse conteúdo. A partir de 2014 podemos ter a possibilidade de incluir o Alto Verão. São Paulo, então, desfilaria as coleções de Inverno e Verão e o Rio de Janeiro as coleções de Verão e Alto Verão.