Pijamas em festa na passarela do SPFW

Roupa de dormir e roupa de sair viraram sinônimos

by Guilherme Rodrigues

 

O bem-estar e o conforto são conceitos tão fortes na moda contemporânea que aconteceu o inevitável: roupa de dormir e roupa de sair viraram sinônimos. E, como uma das boas (e deliciosas) novas da estação, o pijama virou rei do guarda-roupa.

Para brigar em força e graça com os slipdress – vestidinhos que parecem camisolas e já apareceram bastante na temporada passada – a combinção de calça ampla e camisa larga de botões foi onipresente nos dois primeiros dias do São Paulo Fashion Week. Modelos que pareciam prontas para dormir bateram ponto em cinco desfiles. Isso que a semana de moda mal começou!

A  Apartamento 03 desfilou modelos deluxe de seda em tons pálidos. Já a estreante A.Brand usou o mesmo corte e a mesma matéria-prima, mas com capricho nas estampas e aplicações. Lilly Sarty se apropriou da fluidez e do caimento dos pj’s, enquanto Uma Raquel Davidowicz e Juliana Jabour ficaram na fronteira entre o lounge e o esporte. Pequenas variações do mesmo tema com um grande objetivo em comum: deixar todo mundo bem à vontade.

Leia mais: Tops brasileiras revelam suas peças statements favoritas