Foto: reprodução
Foto: reprodução

Por Victoria Ranieri

É nesta segunda-feira (13.04) que acontece a inauguração oficial da loja da Ralph Lauren no shopping Cidade Jardim, em São Paulo, com brunch a partir das 11h30 e visita guiada por David Lauren, filho do estilista e que atua com VP de marketing, publicidade e comunicação da empresa.

A abertura da loja própria faz parte de uma estratégia de expansão e consolidação na América Latina, o que indica que outros pontos ainda devem surgir ao longo do ano. O espaço de 850m² tem ainda decoração e projetos assinados pela própria equipe da casa, seguindo à risca o visual de todas as demais lojas ao redor do mundo.

Foto: reprodução
Foto: reprodução

No interior, as principais linhas, já em sintonia com as últimas ofertas da label – no caso, a coleção de verão 2015. Começa aí uma das novidades deste segundo ato – há 14 anos, a grife encerrou suas atividades locais (eram sete lojas, quatro em São Paulo, duas no Rio de Janeiro e uma em Belo Horizonte), devido a problemas financeiros de sua representante, o grupo argentino International Brand Group (IBG).

Desta vez, chega por aqui uma oferta mais completa do que compõe o mundo Ralph Lauren, além da linha Home, um Polo Bar e miniaturas de carros que pertencem à coleção pessoal do estilista. O novo ponto tem produtos da linha Ralph Lauren Collection (desfilada na semana de moda de Nova York e a mais sofisticada), Black Label (mais moderna, ainda que um pouco clássica) e, na ala masculina, Purple Label (mais alinhada ao estilo tradicional de sportswear americano).

Foto: reprodução
Foto: reprodução

É que a marca é daquelas que vendem todo um estilo de vida. Algo que vem desde a fundação. Ralph Lauren começou no mundo da moda em meados da década de 1960, na marca americana Brooks Brothers. Em 1962, se desligou da empresa para se dedicar a uma linha própria de gravatas. O negócio deu certo e, em pouco tempo, o estilista já estava atendendo clientes em busca de costumes completos.

Foto: reprodução
Foto: reprodução

Em 1970, com a explosão da liberação sexual, ternos femininos foram incorporados às coleções. O sucesso foi tanto que, em 1977, ele foi convidado para desenhar o figurino do longa O Grande Gatsby. Hoje, a Ralph Lauren Corporation comanda um pequeno império, com mais de 300 lojas ao redor do mundo e linha de perfumes, artigos para casa e roupas de luxo.