Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Por Luigi Torre, de Milão

Gemma Ward abriu o desfile da Prada, depois de anos sem pisar numa passarela. E o fato, por si só, já dá conta de explicar uma das principais interpretações de seu verão 2015: nas mãos de Miuccia, o velho vira novo.

Daí os algodões rústicos, com costuras e pespontos aparentes, as barras inacabadas, as peças que lembram lingeries antigas (underwear é uma certa obsessão da estilista) os recortes e colagens de tecidos florais vintages, os brocados e rendas sobre estampas e a sensação de roupas já usadas, desgastadas.

Tudo sob clima 70’s, década importante nesta temporada, e com destaque também para o couro e camurça.

Assim como Marc Jacobs, Miuccia parece questionar também a velocidade (acelerada) da vida e da moda hoje, e a saturação de “novidade” a cada 6 ou 4 meses.

Clique em nossa galeria para ver looks selecionados da grife, em desfile realizado nesta quinta-feira (18.09), na semana de moda de Milão: