Por Sylvain Justum

Nunca um nome de uma grife foi tão apropriado. Para seu inverno, a mineira Printing abusa de estampas e desenhos geométricos em seus looks de formas retas e austeras.

Um festival de prints multicoloridos, bordados preciosos conseguidos com a junção de infinitos vidrilhos, cristais e miçangas. E pode tirar esse pensamento de que estamos falando de roupa exclusiva para as mais peruas, porque graças ao styling impecável de Daniel Ueda e às formas minimalistas, a festa toda ganhou pegada moderna, com referência ao futurismo dos 60´s.

Highlights não faltam. A começar pelo primeiro bloco, de laranjas em organza de seda bordada, com aspecto de renda guipure, onde escolhemos o tubinho usado com casaqueto nos ombros. São preciosas também as peças em couro vazado, dubladas com a mesma organza e rebordadas de miçangas, num efeito de mosaico de losangos. A gente quer o casaco!

Os vestidos são tubinhos levemente evasês, com decotes generosos nas costas. Tudo bem curto, a la Courrèges. Saias míni, jaquetas poderosas – como a bomber preta com bordados nas mangas –, alfaiataria boyish e sandálias com polainas acopladas, acompanhando o material das roupas. A preta em astrakan é matadora.

Falando em acessórios, eles levam influência decô, montados em metal e resina, como as pulseiras articuladas. Coleção poderosa e atual.

MELHOR LOOK: O total salmão de Alicia Kuczman, composto de blazer em shape boyfriend com lapelas bordadas, camisa fechadinha até em cima e short. Leve, cool e muito urbano.

TRILHA: Para entrar no clima space, as partes 2 e 4 de Oxygene, de Jean-Michel Jarre

BELEZA: Fresh. Franja gomalinada e fios levemente desgrenhados atrás.