Desfile de inverno 2014 da Balmain - Foto: Getty Images
Desfile de inverno 2014 da Balmain – Foto: Getty Images


Por Matheus Evangelista, do SiteRG

A turma do high vibrou de emoção quando Marina Mantega e Georgia Atalla, até então sócias, anunciaram a abertura da primeira loja Balmain no país. Mesmo com o preço nas alturas, ninguém queria saber de mais nada além de colocar as mãos (e o corpo) em vestido ou jaqueta criados por Olivier Rousteing, atual diretor criativo da maison.

O fato é que a sociedade acabou, e o lançamento com festão no shopping Cidade Jardim (SP) foi adiado a ponto do tapume que anunciava onde seria a loja desaparecer de vista. Mas, afinal o que aconteceu? “Depois de tudo que passou, a Balmain, em Paris achou melhor esperar um pouco para que a loja abrisse as portas, preciso arrumar toda documentação em meu nome e fazer novas compras”, diz Marina, que ficou com todas as peças das coleções de verão e inverno 2012 encalhadas.

O espaço da Balmain no Cidade Jardim - Foto: Reprodução/Instagram
O espaço da Balmain no Cidade Jardim – Foto: Reprodução/Instagram

“Não quero abrir uma loja com coleção velha, não faz o menor sentido”, justifica. O destino das peças? “Boa pergunta. Provavelmente para o meu closet”, conta. Quem passa pelas alamedas do shopping nem imagina que há uma Balmain montada, com paredes brancas e detalhes em dourado, escondida por ali. “Gostaria que a loja já estivesse aberta e vendendo muito, mas resolvi esperar mais um pouco. É preciso ter paciência”, finaliza.