Foto: Sebastião Jacinto Júnior
Foto: Sebastião Jacinto Júnior

Em entrevista coletiva na 23ª edição do Minas Trend em Belo Horizonte, Ronaldo Fraga falou sobre o conceito da direção criativa do evento, sobre a importância do desfile de abertura com nomes autorais da moda mineira e sobre o slow fashion. Ao lado do presidente da FIEMG (Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais), Flávio Roscoe, o estilista apresentou os novos detalhes da temporada e os planos para as próximas edições.

Sobre o projeto gráfico do evento, ele reflete: “Se você consegue fazer brilhar os olhos de uma criança de seis anos e de um ancião de quase 100, seu trabalho está feito. É isso que você tem qde buscar”. O designer queria um lugar colorido, com cara de peças de Legos. “Queria uma estética que falasse desse tempo líquido em que vivemos, onde nada é sólido. Onde não temos segurança alguma. Queria um lugar que falasse de inclusão e que privilegiasse diferentes criadores, diferentes linhas e frentes criativas. Queria um lugar que trouxesse o oxigênio”.

Quando questionado do porque o evento ser tão importante para a moda brasileira, Ronaldo Fraga afirma: “A moda estabelece dialogo fácil com outras vertentes. Ela é um terreno fértil, além da mídia espontânea que ela possui no Brasil, estabelece diálogo com todas as indústrias, como a de aço, a química, etc.”

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM 

Foto: Reprodução/Instagram/@minastrend_
Foto: Reprodução/Instagram/@minastrend_

Fraga também desenhou o logo desta edição do Minas Trend. O coração pulsante representa de fato um espaço que precisa ser estimulado e regado. “O novo sempre virá”, disse o estilista.

A importância de trazer novos designers para o desfile de abertura é extrema, já que representa o futuro da moda brasileira. “Trazer para o coração do salão as criações autorais, que foram intituladas de ‘novas’ porque o Brasil é muito novo. E tudo que estamos fazendo ainda á muito jovem. Precisamos cultivar essas pessoas, esses artistas, para um futuro artístico promissor,” afirmou Ronaldo ao comentar sobre o novo formato de abertura do Minas Trend.

O estilistas ainda disse: “o salão de moda mineiro, se tornou o salão de moda brasileiro, que tem toda a condição de se tornar o grande salão de moda da América Latina. Espero que esse evento, no futuro, possa ser a grande festa da produção industrial do País, e que tenha como protagonista a moda.”

Leia mais:

Minas Trend: três nomes para ficar de olho 
Listras para o verão 2019: estampa é hit da semana de moda mineira
5 vestidos que são boas pedidas para festas à beira-mar
O melhor do primeiro dia de Minas Trend