Schiaparelli reforça seu DNA surrealista e revisita a história de sua criadora
Foto: Divulgação

O surrealismo da Schiaparelli é um dos momentos mais esperados da semana de moda de Paris e, nesta temporada, as expectativas foram novamente alcançadas. Para criar o verão 2022 da marca, Daniel Roseberry se inspirou no estilo de Elsa Schiaparelli, fundadora da grife, e nas características opostas de seu guarda-roupa.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Peças comuns em qualquer closet, como camisa branca e jaquetas jeans, são construídas de forma impecável e ganham detalhes que já são reconhecidos como DNA da marca, como broches de orelhas e aplicações que remetem a ossos.

O designer também revisita as origens da marca, acrescentando o swimwear à coleção, e características que fizeram Elsa se destacar na história da moda, como os chapéus com formatos inusitados e vestidos que deixam a lingerie à mostra. Veja dez coisas que amamos da coleção:

A história da marca

Schiaparelli reforça seu DNA surrealista e revisita a história de sua criadora
Fotos: Divulgação

Quando fundou a Schiaparelli, Elsa criava roupas esportivas e o swimwear conservador clássico dos anos 1930. Com o passar do tempo, sua paixão pelas artes inspiraram as características que eternizaram a marca. Nesta coleção, Roseberry revisita os maiôs e chapéus com formatos inesperados criados ela designer.

O básico

Schiaparelli reforça seu DNA surrealista e revisita a história de sua criadora
Fotos: Divulgação

Com aplicações e broches, peças básicas, como uma bela camisa branca, ganham nova vida no verão 2022 da marca.

O maximalismo

Schiaparelli reforça seu DNA surrealista e revisita a história de sua criadora
Fotos: Divulgação

O minimalismo é um termo que não combina com as coleções da Schiaparelli – e o verão 2022 é a prova disso. Para a grife, quanto mais, melhor.

As flores

Schiaparelli reforça seu DNA surrealista e revisita a história de sua criadora
Fotos: Divulgação

Uma das maiores apostas da marca são as lindas flores, aplicadas no busto de diferentes peças.

As listras

Schiaparelli reforça seu DNA surrealista e revisita a história de sua criadora
Fotos: Divulgação

Quando o assunto são as estampas, a marca criou diversas peças listradas. A aposta da Schiaparelli é investir em largas listras e apenas dois tons, como branco e vermelho.

As inspirações

Schiaparelli reforça seu DNA surrealista e revisita a história de sua criadora
Fotos: Divulgação

O moodboard da coleção conta com diversos nomes conhecidos, mas um que pode ser facilmente reconhecido é o da cantora Madonna, principalmente do icônico sutiã em forma de cone.

O swimwear

Schiaparelli reforça seu DNA surrealista e revisita a história de sua criadora
Fotos: Divulgação

Como dito anteriormente, o swimwear é um dos destaques da coleção. Maiôs ganham silhuetas e acessórios glamorosos, que deixam as peças ainda mais interessantes.

Os acessórios

Schiaparelli reforça seu DNA surrealista e revisita a história de sua criadora
Fotos: Divulgação

É impossível passar despercebido pelos enormes acessórios da coleção, incluindo colares, bolsas e chapéus.

A alfaiataria

Schiaparelli reforça seu DNA surrealista e revisita a história de sua criadora
Fotos: Divulgação

Ternos e jaquetas impecáveis dão ares ainda mais elegantes à coleção.

Os vestidos

Schiaparelli reforça seu DNA surrealista e revisita a história de sua criadora
Fotos: Divulgação

Com diferentes silhuetas, mas igualmente sensuais, os vestidos do verão 2022 da Schiparelli são deslumbrantes. Quais veremos nos tapetes vermelhos?