Por Luigi Torre

O underwear como roupa de fora é tema quente da moda, como Bazaar já adiantou em edições anteriores. Mas, a partir deste mês, o assunto promete ferver ainda mais com a chegada da primeira coleção da La Perla assinada pelo brasileiro Pedro Lourenço. São peças de lingerie, beachwear e loungewear que combinam a estética gráfica e moderna do estilista com valores essenciais da marca italiana.“A ideia é propor uma imagem mais jovem e moderna”, disse ele, durante apresentação para a imprensa, na semana de moda de Milão, em fevereiro.“Mas é só o começo.”

Três meses depois, em entrevista por telefone, de Bolonha, no QG da label, ele vai além: “A principal proposta é sugerir o underwear como outerwear, é tirar a lingerie das situações íntimas”. Para tanto, diz ele, foi preciso fazer uma limpeza na imagem e apresentar algo direto e preciso.“Essa primeira coleção traz as formas e os códigos que vão reger a La Perla no futuro”, explica. Segundo Silvio Scaglia, CEO da grife, em comunicado oficial, “a abordagem e o estilo dele se relacionam muito intimamente com nossas valores e refletem os passos que demos nos últimos dois anos. A excelência da alfaiataria e a sensibilidade para o corpo feminino, aliadas à busca por inovação, são pilares da La Perla e combinam perfeitamente com as habilidades e o talento deste jovem designer”.

Desde sua fundação, em 1954, por Ada Masotti, a marca sempre baseou seus princípios na modernidade, feminilidade e funcionalidade. “E, sem nunca deixar de lado a criatividade, mudou o modo como pensamos a lingerie. Acho incrível a filosofia que ela desenvolveu e quero trazer isso para os dias de hoje”, diz Pedro, que passou um bom tempo imerso nos arquivos da marca, em busca de pontos em comum com sua visão estética. O primeiro deles foi a relação entre roupa e corpo – algo que o próprio estilista já havia explorado em sua grife, atualmente suspensa, e que agora ganha nova vida.

Exemplos mais óbvios são os recursos de ilusão de óptica (ou trompe l’oeil, em jargão fashion), que faz um body se parecer com um sutiã ou peças “flutuarem” sobre o corpo. Por esse caminho aparecem também os já conhecidos recortes e transparências gráficas em preto e branco, por vezes com superfícies reluzentes, inspirados no modernismo de Oscar Niemeyer. Recursos que alteram não só a percepção que as outras pessoas têm sobre o corpo e as roupas como também daquelas que as usam.

Decorações são outro ponto importante para a La Perla e, Pedro fez questão de repaginá-las.Vêm daí as rendas e os paetês trabalhados de maneira inovadora e moderna.

“Não acredito em começar do zero, é muito importante conhecer e entender não só a estética, mas a filosofia de design da marca, para então poder criar em cima disso”, diz o brasileiro. “É tudo pensado para ter apelo jovem. A Ada sempre acompanhou a evolução da mulher e as mudanças dos tempos. Acredito que essa maneira de levar o underwear para o look do dia é algo muito presente no modo como elas se vestem hoje.”