Por João Victor Marques e Marcela Palhão

Nesta quinta-feira (05.11), Alexandre Herchcovitch escolheu uma maneira emocionante para celebrar seu aniversário de 50 anos durante a SPFW: um minidocumentário que remete à sua trajetória com seis peças marcantes que ele considera históricas.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

O vídeo mistura as peças sendo desfiladas pela modelo Daiane Conterato com explicações minuciosas do próprio estilista. Herchcovitch esmiúça suas inspirações, as mensagens que queria passar com as roupas e, até mesmo, como elas foram recebidas na época. A produção ganha ares poéticos e se torna um material que deve ser assistido pelos amantes da moda, já que retrata a trajetória de um dos maiores nomes da moda brasileira.

“Acho que o que une essas coleções e essas roupas são aspectos transgressores, que decidi seguir em cada coleção que iniciei. O inconformismo com como os tecidos são apresentados a mim: ‘este é de festa, este é do dia a dia’. Não me venha com isso, eu não quero saber. Quero olhar, sentir e ter a intuição do que fazer com cada coisa”, diz o estilista.

“É mais legal fazer uma coisa que não gosto tanto. Eu me desafio e consigo crescer como profissional”, finaliza Herchcovitch. Veja um pouco sobre cada peça escolhida pelo estilista para celebrar seus 50 anos:

Vestido de noiva em tricô

Vestido de tricô feito à mão (Foto: Reprodução/YouTube/SPFW)

O primeiro look escolhido por Herchcovitch para celebrar esta data foi um vestido de noiva feito em tricô que tem 27 anos. Ele é muito especial para o estilista pois foi feito com o auxílio de sua mãe. Com mais de oito quilos de trabalho feito a mão, o vestido é inspirado na personagem Mortícia Addams do desenho fictício “A Família Addams”.

Pelerine em gobelin

Pelegrine em gobelin (Foto: Reprodução/YouTube/SPFW)

Esta peça é muito importante para o estilista pois foi nela que ele conseguiu demonstrar algo que tem muita preocupação: com o forro de suas roupas. Há 20 anos, ela foi feita inspirada na personagem Chapeuzinho Vermelho e ganhou uma estampa que representa a floresta tropical, bem presente na fauna brasileira, apesar de contrastar com o tecido pesado na qual foi criada.

Correntes

Vestido com correntes (Foto: Reprodução/YouTube/SPFW)

A terceira peça escolhida por Alexandre Herchcovitch é o vestido com correntes que apresentou em um desfile há 21 anos. Feito com tecido leve, a ideia do estilista foi subverter o próprio material com o qual ele foi feito, colocando correntes entre as faixas de tecido para que ganhasse uma nova vida e roupagem.

A ideia do designer foi tirar o propósito comum e bastante conhecido desta textura têxtil. Ele até comentou que foi um desfile bastante especial pois, conforme a modelo desfilava, era possível ouvir os barulhos das correntes se chocando entre si.

Boy George

Vestido e chapéu inspirado no cantor Boy George (Foto: Reprodução/YouTube/SPFW)

O documentário segue e Herchcovitch destaca a coleção que fez inspirado no cantor e compositor britânico Boy George, muito famoso nos anos 1980. Na época, há 9 anos, ele fez uma coleção inspirada nos corações e nos chapéus bastante usados pelo músico. Para isso, inclusive, ele conta que contou com a participação do chapeleiro Steve Johns, que fazia os acessórios usados pelo cantor.

Látex e canvas estampada

Casaco feito de látex (Foto: Reprodução/YouTube/SPFW)

O penúltimo look que Alexandre escolheu para celebrar esta data especial foi o casado em látex e o vestido estampado sob seda. O principal objetivo deste desfile era homenagear a gigante Marilyn Monroe e o corpo feminino. O designer conta que, na época, há 7 anos, o desfile foi incompreendido pela crítica, que não captou a vontade dele de trabalhar com o látex, mas afirmou que para ele serviu de metodologia de estudo da moda.

Tecido vintage

Vestido e boné inspirado nos anos 1950 (Foto: Reprodução/YouTube/SPFW)

Para fechar a seleção de roupas que retratam seus 50 anos, Herchcovitch escolheu um look que fez há 10 anos e celebrou as cores e formas femininas que estiveram em voga nos anos 1950. Ele se inspirou nas cinturas bem finas e ajustadas e utilizou vários tecidos desta época, reformando cada um deles e transformando em novas peças.