Stella veste alfaiataria, caro-chefe da marca - Foto: divulgação
Stella veste alfaiataria, caro-chefe da marca – Foto: divulgação

Por Sylvain Justum 

Stella McCartney tem feito de suas apresentações de pre-fall acontecimentos nada convencionais para o establishment da moda. Não se prende unicamente ao formato posadinho, de modelos vestindo a coleção, paradas em fundo neutro. Aqui, as roupas são parte integrante de um show com banda ao vivo, modelos e convidados pulando amarelinha ou dirigindo carros elétricos pelo ambiente, como aconteceu no pre-fall 2014 – “apenas quis fazer algo diferente e me divertir, além de mostrar as roupas em situações reais de uso”, explica Stella a Bazaar.

Fotos: Reprodução
O pre-fall 2014 da estilista – Fotos: Reprodução

O ponto de partida da nova coleção foi o lifestyle transgressor, fortemente influenciado pela cena musical londrina dos anos 1980, de Heather, irmã mais velha de Stella. Era a época do Duran Duran, Spandau Ballet e de Billy Idol, entre outros ícones, a maioria deles amigos de Heather. “Era tão relevante para a moda e teve tanto impacto sobre o mundo; ela fazia parte de tudo aquilo, e era parte da minha vida também”, lembra Stella. Filha do primeiro casamento da mãe, Linda, a ex-punk acabou deixando os tempos de esbórnia para trás quando Linda, já casada com Paul McCartney, decidiu ir morar no campo com a família.

“Pensei em como essa mudança afetou o guarda-roupa da minha irmã. Ela passou a mixar tricôs confortáveis com peças mais fortes, masculinas. A coleção é sobre transições, sobre olhar para o passado e trazê-lo para o futuro”, explica a estilista. O equilíbrio entre o hard e o soft do closet de Heather conduz a coleção, que oscila entre volumosos vestidos estampados, tubinhos curtos e uma alfaiataria maximizada. Padronagens pied-de-poule, pied-de-coq e príncipe-de-Gales, além dos sapatos baixos, garantem a androginia de que a inglesa tanto gosta.

Stella McCartney lança pre-fall 2-14 inspirado em sua irmã Heather - Fotos: Reprodução
O pre-fall 2014 de Stella foi  inspirado em sua irmã Heather – Fotos: Reprodução

Pioneira no uso de matéria-prima ecologicamente correta no prêt-à-porter de luxo, Stella não se dá por satisfeita na pesquisa por novas tecnologias. Seu pre-fall emprega lã sustentável na alfaiataria e em boa parte do knitwear apresentado. “Fechamos parceria com a organização The Nature Conservancy, que, por meio de seu parceiro na Patagônia, Ovis XXI, produz lã local seguindo normas rígidas, enquanto recupera e conserva 6 milhões de hectares de terra arrasada. Não se trata apenas de usar material orgânico, mas, também, de fomentar o meio-ambiente”, diz. Stella usou também madeira sustentável, borracha biodegradável e couro ecológico nos casacos da coleção. Tal filosofia faz sucesso entre as brasileiras. A loja de Miami vive apinhada delas, que posicionam a marca, em pesquisa, como uma das mais desejadas no segmento.

“A minha mulher é confiante, naturalmente sexy e moderna. É interessante ver como isso encaixa no estilo da brasileira”, diz Stella. Por aqui, suas peças podem ser encontradas na NK Store, em São Paulo, que mantém um exclusivo shop in shop da britânica e que deve receber o pre-fall 2014 no segundo semestre.

Assine a Harper’s Bazaar