Elton John usa touca de espelhos que inspirou a versão em cristais atual
Elton John usa touca de espelhos que inspirou a versão em cristais atual

BASTA UM PASSEIO por fotos antigas de sir Elton John para perceber o quanto os figurinos usados pelo cantor estão em sintonia com a estética adorada por Alessandro Michele. Seria natural, portanto, que, em algum momento, inspirassem o processo criativo do estilista, mais interessado em autenticidade e no discurso inclusivo, elementos que também permeiam a trajetória do músico inglês.Veio deste universo a pegada glitter & glam que dá o tom do Verão 2018 da Gucci e serve de tempero extra à visão futurista de passado exercitada por Michele há três anos à frente da direção criativa da marca italiana.

Mangas arquitetônicas, estrelas e muito brilho em roupas e acessórios emergiram do mergulho no closet artístico de John. Também aparecem em várias peças as iniciais dele, EJ e EHJ – detalhe pitoresco: H é de Hercules,acrescentado ao nome Elton John em 1972, que, por sua vez, já havia substituído o de batismo.Teria sido uma homenagem ao cavalo da série Steptoe and Son,do qual o músico era fã,e que morria em um dos episódios. Boa parte das referências, contudo, foi pinçada de criações assinadas pelo estilista Bob Mackie, a partir do início dos anos 1970, época na qual o músico passou a investir na carreira nos Estados Unidos, começando pela turnê de Rocket Man. John adorou as roupas de Cher e decidiu trocar a alfaiataria inglesa por peças que seguissem a mesma ousadia da cantora, que já arrasava no combo transparência, plumas e paetês.

Jaqueta e calça com notas musicais do Verão 2018 de Alessandro Michele e o original de 1973, de Annie Reavey
Jaqueta e calça com notas musicais do Verão 2018 de Alessandro Michele e o original de 1973, de Annie Reavey

Michele levou à passarela oito looks desta parceria. A adaptação mais próxima do original é a do blazer quadriculado, de 1976,mas é possível relacionar vários elementos aos figurinos do cantor. Ombreiras gigantes, por exemplo, que deram no palco conotação funny a uma das principais tendências dos anos 1980, aparecem com ar futurista na coleção da Gucci. Já aassinatura usada pelo estilista nas etiquetas e como estampa do forro de suas criações virou print-homenagem da marca italiana. Mackie não está sozinho.

gucci-michele-03

Michele também fez referência a 3 dos 12 looks criados pela designer têxtil Annie Reavey para Elton John no início da década de 1970. É dela a mais literal das adaptações: o macacão salpicado de notas musicais, cujo original fez parte do figurino do show Hollywood Bowl, de 1973. Outro achado que foi parar na passarela foi uma camiseta M. Freedom, loja londrina que vendia criações de jovens designers na mesma época,sob orientação dos sócios, Tommy Roberts eTrevor Myles. Elton John fez à dupla várias encomendas para usar sob blazers e jardineiras.

Jaqueta quadriculada com cristais inspirada na criação de Bob Mackie, de 1976, e a versão da Gucci.
Jaqueta quadriculada com cristais inspirada na criação de Bob Mackie, de 1976, e a versão da Gucci.

Ao misturar claramente o revolucionário glam rock à estética vintage, Michele fortalece sua posição no contexto contemporâneo e também a da Gucci, um dos poucos players a exibir crescimento de mercado.Além de se manter em vantagem na onda de otimismo que tomou conta das passarelas, o diretor criativo encontrou ótimo repertório para reforçar sua estética e também o discurso de gênero e elegância retrô-cintilante. Há, aqui, uma maneira particular de olhar a própria moda do ponto de vista mais sensível: como expressão subjetiva do nosso tempo.