Um dos sapatos da Collection - Foto: divulgação
Um dos sapatos da Collection – Foto: divulgação

Tamara Mellon sempre esteve à frente do movimento see now, buy now. A designer de sapatos trouxe de volta marca homônima em 2013, após sair da Jimmy Choo em 2011, com os negócios baseados no modelo que agita o mundo da moda atualmente. Como uma das precursoras do see now, buy now, Tamara enfrentou uma série de dificuldades que a levaram à falência em 2015. Agora em 2016, ela está de volta com o seu negócio online e uma nova estratégia.

Foto de campanha da LAB - Foto: divulgação
Foto de campanha da LAB – Foto: divulgação

Qual seria a diferença da segunda rodada de Tamara Mellon? Para começar, uma grande mudança nos preços: “A diferença é que agora tudo é direto para o consumidor, o que reduz os mark ups e o preço de varejo. Eu pago o mesmo preço de custo como todos os meus concorrentes e o mesmo preço de custo que eu pagava para fazer um Jimmy Choo. Os sapatos não têm seu preço remarcado inúmeras vezes pois não estão sendo vendidos no atacado”, explica Tamara.

Um dos modelos da LAB - Foto: divulgação
Um dos modelos da LAB – Foto: divulgação

As peças ainda vêm com aquela pegada de artesanato de luxo que todos se apaixonaram na Jimmy Choo, mas com um preço bem mais baixo, tendo mais da metade da coleção com preços abaixo de US$ 500 (cerca de R$ 1.591)

Foto de campanha da LAB - Foto: divulgação
Foto de campanha da LAB – Foto: divulgação

O modelo direct-to-consumer não é a única mudança que Tamara está introduzindo. Com o relançamento, a marca contará com duas linhas separadas de sapatos, a Collection e a Lab. De acordo com Tamara, “a Collection inclui peças atemporais e a Lab será lançada mensalmente com peças de edição limitada com mais informação de moda, para que sempre haja algo novo e animador.” Os modelos podem ser adquiridos no website da marca tamaramellon.com.

Um dos modelos da LAB - Foto: divulgação
Um dos modelos da LAB – Foto: divulgação