Foto: Agência Fotosite
Foto: Agência Fotosite


Por Luigi Torre

Neste verão, a Têca, de Helô Rocha, comemora 10 anos e volta às suas origens. No caso, origens 100% brasileiras, bem como suas primeiras coleções. Mas o foco aqui não é o passado, mas o futuro. Se antes eram as estampas seu carro-chefe, agora é o rico trabalho manual (“um clash de texturas”, nas palavras da própria), com rendas, bordados, devorês e crochê (este em parceria com a designer gaúcha Helen Rodël).

A silhueta também se mostra mais madura, alongada e fluida, repleta de transparência. A ideia era fazer uma homenagem a Bahia, aos orixás, ao candomblé e, claro, ao axé. O que gera ainda mais força a esta coleção, pela ótima interpretação e tradução do tema para looks que, apesar de impactantes na passarela, podem facilmente migrar para guarda-roupas reais.