Acessórios, beleza e muita moda. Confira quais foram as 10 coisas que os editores da Bazaar Brasil amaram nessa sexta-feira (15.06), quinto dia de São Paulo Fashion Week:

1. As estampas de mini lanchas Riva de Reinaldo Lourenço: os prints têm pegada pop e alegraram looks esportivos deliciosos. Gostamos particularmente da jaqueta e da parka.

2. Os sapatos de Reinaldo Lourenço: a inspiração eram as lanchas Rivas e os sapatos não escaparam. Com o bico estilizado, remetendo à proa, alguns modelos ganharam pára-brisa e friso colorido. Divertidos e elegantes!

3. Os anéis de Gloria Coelho: Gloria sempre capricha nos acessórios. Desta vez ela enlouqueceu as fashionistas com os anéis de metal que cobrem quatro dedos da mão, deixando livre apenas o polegar.

4. As peças de efeito plastificado de Gloria Coelho: em sua viagem ao ano de 2035, a designer inovou nos materiais tecnológicos de suas pelerines e jaquetas. O efeito plastificado brilhoso e translúcido conseguido com crepe de acetato em preto, branco e lilás é puro futurismo!

5. A meia-calça holograma de Gloria Coelho: produzidas em parceria com a TriFil, as meias da coleção são praticamente invisíveis e  ganham efeito de tatuagem ao riscar com faixas pretas as pernas das modelos. Minimalismo gráfico

6. A estreia de Vitorino Campos: o estilista bahiano justificou a expectativa em torno de sua estreia e mandou bem com uma coleção minimalista, de pegada retrô, com pitadas esportivas e gráficas. O resultado, na fronteira entre os 40´s e os 50´s, é bem elegante. Vamos ficar de olho nele!

7. Os tops de Vitorino Campos: seja lembrando origamis, em patchwork, ou com mangas sino, esportivas, e silhueta maximizada, as blusas de Vitorino Campos deram ares contemporâneos aos looks clássicos e comportados.

8. Sobrancelhas poderosas: Fabiana Gomes, maquiadora sênior da M.A.C, assinou dois makes com a sobrancelha bem marcada nesta sexta-feira. Para R.Rosner, ela caprichou no desenho grosso e arqueado usando lápis retrátil marrom e sombra. Sempre acompanhando a tonalidade do cabelo das modelos.

Em seguida, prearou um traço gráfico para o estreante Vitorino Campos com o delineador Fluidline Blacktrack. A intenção, segundo ela, ela mostrar uma mulher elegante, forte e um pouco trangressora.

9. Penteados para um bad hair day: três desfiles deixaram boas ideias de como fazer um penteado elegante naqueles dias que o cabelo não colabora. No desfile de Gloria Coelho, Ricardo Rodrigues, do Studio W, dividiu o cabelo de lado, aplicou um bom spray de brilho e prendeu tudo em um rabo baixo. Simples e chique!

Robert Estevão deixou o rabo baixo criado para o desfile de Vitorino Campos cheio de textura, com a ajuda de um pouco de spray. Fácil de reproduzir em casa.

10. Cauã Reymond desfilando para Alexandre Herchcovitch: a supresa fechou o desfile masculino de Alexandre Herchcovitch, inspirado no clima militar da Segunda Guerra. A entrada única de Cauã Reymond deixou a ala feminina em polvorosa na Bienal. O Jorginho, de Avenida Brasil, entrou tímido, mas saiu da passarela ovacionado e distribuindo sorrisos. Ouh-là-là!