Fotos: Reprodução

Dando continuidade ao seu Resort 2013, Pedro Lourenço usa as imagens do fotógrafo de guerra Richard Moose para construir a coleção de verão 2013, apresentada nesta segunda-feira (01.10), em Paris.

A tradução do tema começa pela cartela de cores, rosada – principalmente blush -, assim como as imagens de Moose, e segue de forma mais abstrata e inteligente, evitando cair na armadilha de simplesmente enfileirar looks militares na passarela.

Ao invés disso, Pedro mixa masculino e feminino com delicadeza, em shapes oversized, levemente boyish, que se intercalam com microcomprimentos e linhas recortadas, abusadas, mas sempre com muita classe e suavidade.  Casacos, camisas e jaquetas têm informação de moda e apelo comercial, na medida certa, enquanto os prints de aviões antigos são deliciosos e já nascem com potencial altíssimo de hit.

O efeito geral é gráfico – com simetria e assimetria caminhando lado a lado em harmonia – e arquitetônico, graças as inteligentes combinações de cores e tecidos como couro, seda, tule e tweed. O olhar futurista que Pedro tanto cultiva aparece no mix de texturas metalizadas, molhadas e transparentes, parte de um repertório maduro, digno de estar no line-up mais importante da moda mundial.