Chanel, verão 2022 – Foto: Reprodução/WWD

Depois de um ano e meio de distanciamento social, estamos presenciando a vida social borbulhar novamente e, com ela, as roupas comfy dando lugar à produções mais elaboradas, festivas e, por que não, sexy. Essa última, por sinal, foi a grande tendência dos desfiles da última temporada em Paris e promete ser a aposta das marcas ao redor do mundo.

Balmain, verão 2022 – Foto: Reprodução/WWD

Decotes, fendas, recortes, transparências, tecidos brilhantes e cores exuberantes são alguns dos exemplos do que devemos ver pelas ruas no próximo ano. “Eu diria que a maioria das pessoas estão desejando ‘aparecer’ mais do que nunca. Ver e serem vistas, se expressarem, expandirem o interior que estava resguardado para o exterior. A roupa vem como uma das ferramentas para isso, junto com a maquiagem, cabelos”, explica a consultora de imagem Marina Naves.

Chanel, verão 2022 – Foto: Reprodução/WWD

Mas como adaptar essa tendência ao nosso dia a dia e estilo próprio? “Muitas vezes pensamos em um uso literal de uma tendência e isso pode fazer uma pessoa se sentir pressionada a usar algo que não gosta ou mesmo achar que determinado estilo não foi feito para ela. É possível reinterpretar e adaptar toda e qualquer tendência para que se encaixe exatamente no gosto pessoal e estilo de vida de cada um”, completa Marina.

Givenchy, verão 2022 – Foto: Reprodução/WWD

O primeiro passo é, antes de tudo, conhecer a si mesma, suas preferências de cores, shapes e tecidos. Conhecer seu estilo vai te ajudar a priorizar e saber o que realmente não agrada você em uma determinada tendência, assim você pode se afastar do que de fato não gosta e nem insistir.

Hermès, verão 2022 – Foto: Reprodução/WWD

O segundo passo é entender que parte de determinada tendência interessa ou chama a atenção e por quê. Identificar o que você gostaria de usar e os motivos traz muito mais clareza na hora de fazer uma adaptação. “Por exemplo, você pode ter interesse em usar um decote porque gosta do seu colo, mas não se sente à vontade usando um. Há truques e maneiras de trazer essa sensualidade e chamar a atenção para essa parte do corpo sem que gere desconforto”, pontua Marina.

Isabel Marant, verão 2022 – Foto: Reprodução/WWD

Por fim, pensando especificamente na tendência sexy, é importante compreender que não se trata apenas do óbvio, como decotes e fendas, mas de fatores muitas vezes pouco explícitos que são mais fáceis de explorar.

Lacoste, verão 2022 – Foto: Reprodução/WWD

“A sensualidade está também nos detalhes, como um tecido mais insinuante, uma cor mais atraente e vibrantes como certos tons de vermelho e verde. Para chegar à equação perfeita, entenda como fazer adequações de acordo com seu estilo e objetivo. Uma mulher básica pode manter seu estilo e ainda ser sexy abusando de truques como sapatos que deixem os pés descobertos, como uma sandália de tiras, ou uma blusa com recortes no ombro ou costas. No caso de uma mulher criativa, podemos adicionar um toque sexy ao escolher cores vibrantes e acessórios grandes que chamam atenção para o pescoço e colo”, finaliza.