A fila final da Balmain - Foto: Getty Images
A fila final da Balmain – Foto: Getty Images

Por Sylvain Justum

Olivier Rousteing nem tinha saído das fraldas quando a Chanel eternizou o conjuntinho matelassado de ombros largos, mas os anos 1980 parecem não sair do imaginário do jovem estilista da Balmain.

Apostando novamente na estética daquela década, Rousteing faz clara homenagem à maison de Coco ao desfilar uma série de tailleurs com a célebre textura ou estampados de pied de coq. O twist que atualiza a ideia vem no shape esportivo das jaquetas e na farta escolha do denim como matéria-prima.

As saias sereia, com ruffles na barra, também tratam de rejuvenescer a ideia. No mais, o show de texturas que é especialidade da casa alterna renda com macramê, jacquard com brocados e com crochê.

É brilhante também o trabalho de desconstrução do jeans com quadriculado vichy, em patchwork tricotado. As fãs podem sossegar: os vestidos matadores que já são assinatura da Balmain fecham o desfile de maneira mais forte impossível. Tudo curtíssimo, claro.

Clique na galeria para ver looks selecionados da passarela da grife, no desfile realizado nesta quinta-feira (26.09), na semana de moda de Paris: