Foto: Pupin&Deleu

Em entrevista exclusiva à Bazaar Green, a atriz Jacqueline Sato conta um pouco sobre slow fashion, as mudanças que acredita para um mundo mais sustentável e sobre sua próxima produção na televisão, prevista para 2021.

Virou adepta de um consumo mais consciente quando enxergou a necessidade não só na moda, mas também nos afazeres do dia a dia, seja em gravações que ocorreram antes da pandemia, tendo como exemplo optar por não usar plástico, levando sua garrafinha térmica para o set de gravação.

Sem contar em casa, separando o lixo e facilitando a reciclagem deles, até os lavando dependendo do produto consumido e de sua embalagem. E acredita que essas pequenas atitudes vão fazer uma grande diferença no futuro. Procurando sempre conscientizar os seus amigos e familiares sobre o poder dessas ações e os impactos que elas geram no planeta terra.

A mudança em seu guarda-roupa veio por meio de uma notícia de que a indústria da moda é uma das que mais poluem o planeta em questões de produção, principalmente as marcas de fast fashion. “Hoje opto por marcas sustentáveis ou até mesmo brechós para a composição dos meus looks. E também peças mais versáteis, visando o slow fashion. Uso também peças do armário de sua mãe, em especial um vestido mídi que vesti em uma de minhas estreias na TV, além de uma boa jaqueta jeans, que não sai de moda”, revela.

Foto: Pupin&Deleu

Poucos conhecem seu amor pelos animais. Aos 9 anos de idade, levou 7 gatos para a casa e foi ai que começou mais um projeto em sua vida. Ela hoje tem uma ONG de adoção de gatos chamada House Of Cats.

Sua próxima estreia na televisão está marcada para 2021, na série da TNT intitulada de “Os Ausentes”. “Estou superanimada para ver o resultado desse trabalho”, conta.