A Boa Foundation, organização que trabalha com povos indígenas e outros defensores do meio ambiente apoiando projetos para a autonomia de suas comunidades apresenta, neste domingo (05.06), a campanha “Mil Aldeias”, em prol do Dia Internacional do Meio Ambiente.

Foto: Arquém Alcântara

A iniciativa conta com a participação de ativistas e artivistas – músicos, fotógrafos e cineastas – e lança um vídeo de nove minutos, com trilha sonora interpretada por mais de 30 nomes como Arnaldo Antunes, Margareth Menezes, Zélia Duncan, Nando Reis e Roberta Sá, entre outros. A curadoria e consultoria conta com Ailton Krenak, Angela Mendes, Benki Piyãko, Glicéria Tupinambá, Tsitsinã Xavante e outras lideranças indígenas, quilombolas e ribeirinhas.

Foto: Diego Baravelli

O clipe foi dirigido pelo cineasta Marcos Prado e produzido por Marcelo Fortaleza Flores, embalado pela canção “O Relógio do Juízo Final”, inspirada na obra “Ideias para Adiar o Fim do Mundo”, de Ailton Krenak. A música leva a assinatura de Carlos Rennó, Makely Ka e Rodrigo Quintela.

Foto: Marcos Prado

A campanha “Mil Aldeias” apoia projetos nos eixos da soberania alimentar (e da água), da saúde, e da comunicação (e da cultura e identidade tradicionais). O objetivo da iniciativa é a arrecadação de fundos para financiamento de diversos projetos nas comunidades, além de uma série de iniciativas voltadas para a proteção dos povos. Concebida como ações para prevenir os impactos da pandemia, a campanha conta ainda com consultores institucionais como a ONG Saúde e Alegria, a Escola Paulista de Medicina e os Expedicionários da Saúde.

Foto: Maureen Bissiliat

Com a campanha “Mil Aldeias”, o intuito é serem atendidas cerca de cem aldeias nos próximos três meses, mais duzentas até o final de 2022 e as restantes ao longo de 2023. As doações podem ser feitas a partir de R$ 20 na página da campanha na plataforma Welight.