Tiradentes é destino top para viajar com crianças e pets

by Patrícia Favalle

Que tal dar um rolê pelo Brasil? Com o dólar nas alturas, a dica parece ser das melhores! Entre roteiros que incluem praias espetaculares, chapadas desconcertantes e cidadelas convidativas, escolhemos fincar os pés em Minas Gerais. Por ali, há uma porção de atrações para toda a família, com paradas gastronômicas, vinícolas ainda pouco conhecidas – liberadas apenas para os papais – e muita diversão entre ruas e casarões preservados.

É assim que Tiradentes salta aos olhos: linda, acolhedora e totalmente adaptada para receber crianças e pets (sem contar que a urbe dá um nó na história que aprendemos na escola sobre a Inconfidência Mineira). Então arrume as malas e aproveite as férias para destrinchar esse pedacinho de Brasil que ainda parece viver nos tempos coloniais.

Matriz_de_Santo_Antônio_-_Tiradentes

Igreja Matriz, obra de Aleijadinho

Dá para viajar das capitais do Sudeste de carro – de São Paulo, são pouco mais de 700 quilômetros (apenas o trecho final não está em boas condições). Antes de cair na estrada é importante fazer a revisão total do veículo, usar todos os acessórios de segurança para transportar os pequenos e os animais de estimação, além de ter em mãos os documentos de identificação e de vacinação da trupe.

Planeje ficar cinco dias, tempo suficiente para conhecer o destino. O primeiro item da aventura é escolher corretamente o hotel. Há centenas de opções para todos os estilos e bolsos – são 240 estabelecimentos no total –, mas para quem quer ter aquele gostinho de desembarcar em um cenário do século 19, com pompa e carinho de sobra, vale eleger a Pousada Pequena Tiradentes (@pequenatiradentes) como o seu lugar. O empreendimento, comandado por Vanilce e Gabriela Barbosa, é o retrato perfeito da cidade, com todas as instalações ambientadas em vielas que remetem à arquitetura regional. Os quartos são grandes e confortáveis, há piscinas outdoor e coberta, sauna, lojas, além do melhor café da manhã do mundo. Sem exageros, mas comer bem (e muito) faz parte do cotidiano do mineiro.

 

O que fazer?

Companhia de Inventos – Sob a batuta de Nado Rohrmann, a atração reserva um misto de saudosismo e encantamento. São 30 anos na arte do manejo de marionetes que contam um pouco da história de Tiradentes e de seus personagens icônicos. É preciso agendar a visita. (32) 98846-1337 @nadorohrmann

Teatro de marionetes

Teatro de marionetes | Reprodução IG @nadorohrmann

Centro histórico – Bem preservado, o conjunto arquitetônico de Tiradentes é uma viagem no tempo. O calçamento das ruas tem o traçado original, o que dificulta a vida de quem precisa de acessibilidade. A dica é deixar o carro de lado e caminhar pelos becos. Sempre há uma igreja bafônica para dar aquela paradinha (com direito a obra de Aleijadinho e construções nababescas).

Tiradentes e seus encantos

Tiradentes e seus encantos | Reprodução IG @pequenatiradentes

Marcas Mineiras – Louco por compras? Então faça um pit stop para conhecer o que tem de bom nas Gerais. A loja alia curadoria em design e artesanato com o melhor da culinária local. Arrase no pedido e experimente o bolo de abobrinha do chef Fausto Adolfo Peña Guimarães, que leva nozes e calda de limão na receita harmonizado com o café coado na hora. @marcasmineiras_loja_cafe

Mercearia Paraopeba – Conjugue o verbo xeretar! Em cada cantinho você certamente encontrará algo de primeira necessidade: da goiabada cascão em marmita, passando pelo funil de plástico até as tiras de chinelos de borracha. Um oásis em meio a tanta coisa made in China! @merceariaparaopeba

Casa Torta Bichinho – Retorne à infância sem medo de ser feliz. Essa é a proposta do espaço mais lúdico do pedaço. A construção tem tudo a ver com aquela música de Vinícius de Moraes, que fala sobre uma casa engraçada. Mas em vez de não poder entrar, por ali tudo é permitido. Tem brinquedos sacados dos anos 1970 e 1980, frases fofas escritas pelas paredes, muros de arte, teatro de fantoches e sala de leitura. @casatortabichinho

Balonismo – No caminho de volta a Tiradentes, dê uma passadinha na casa do mestre Prego (também capitão da Congada). O lugar é fácil de encontrar, pois tem uma porção de balões coloridos pendurados pela fachada. O trabalho é totalmente artesanal, e cada balão é único. A cabaça dá o formato do envelope, enquanto o vime entrelaçado arremata a cesta.

Queijos – Ir para Minas e não comer todo o queijo disponível é como visitar Paris e não dar uma zapeada na Torre Eiffel! Corra até o Ouro Canastra e deguste até a última lasca da iguaria. Você vai se surpreender – e a criançada vai adorar a dobradinha entre queijo e goiabada (com uma leve borrifada de azeite trufado). Só para lembrar, tem uma porção de redondos premiados mundo afora. @ouro_canastra

A combinação mais mineira da Terra

A combinação mais mineira da Terra

Comida – Como não existe viagem sem boa gastronomia, vale seguir a rota da gula: O restaurante Atrás da Matriz (@atrasdamatriz) reúne o que o paulistano mais ama – pizza, massas e bacalhau. Quem assina o cardápio é a chef Arlete Santos, que dedica atenção especial aos visitantes. O Pacco & Bacco (@paccoebacco) tem menu sofisticado assinado pelo chef Gustavo Bacarini, mas sem deixar de fora as delícias típicas da região. No ruralista Pau de Angu, a chef Leonidia Bezerra pilota as panelas com os ingredientes mais tradicionais de Minas. Finalize a comilança no Mia (@miaconfeitariaerestaurante), do jovem chef Rafael Pires, que cria combinações maravilhosas (e inesquecíveis).

Quando ir? O ano inteiro

Informações: @tiradentesmais

IMG_0429~photo

Maria Beatriz em sua primeira trip

*A jornalista viajou a convite da Pousada Pequena Tiradentes e teve a companhia do seu pet