Foto: Arquivo Harper’s Bazaar

Dicas de como cortar o cabelo em casa, de como lidar com a queda – intensificada pelo estresse – e as principais novidades do mercado de beleza são os destaques da coluna Drops de beauté desta semana. Veja:

WHAT’S NEW

Acerte o corte em casa

Siga essas dicas do cabeleireiro Rodrigo Cintra para quando bater o desespero nesses tempos sem salão!

Os curtinhos
O que incomoda muito quem tem cabelos curtos, curtíssimos, seja homens ou mulheres, é o volume nas laterais e no pescoço. Se a intenção é acertar o seu cabelo, peça ajuda para alguém. Cortar as laterais e a nuca não é tão simples assim. Geralmente acabamos virando o pescoço, olhando para o lado e o comprimento muda.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Você precisará de um pente fino, spray com água e tesoura apropriada para corte. Caso não tenha uma, verifique se a sua tem lâmina bem afiada. Se a sua tesoura não estiver bem afiada, não se aventure no corte.

Com a ajuda de um pente fino, comece molhando as laterais próxima à orelha, puxando os fios para frente. Os cabelinhos que ultrapassarem a linha do nascimento, aqueles que ficam em excesso e desalinhados entre os demais, devem ser cortados rente à medida da maioria.

Para aqueles fios que passam da orelha, a dica é dobrá-la levemente para baixo e eliminar os cabelinhos com a pontinha da tesoura. Dessa maneira, você conseguirá esticar todo o fio e retirar o excesso corretamente.

Franja
Se a sua franja atingiu um ponto que nem o secador mais resolve, a dica é sempre cortar ela molhada, um dedo e meio abaixo da sobrancelha. Quando secar, faça os ajustes necessários. Dica valiosa: nunca corte com a tesoura reta, sempre com a pontinha, essa técnica proporcionará mais movimento.

Finalizadores como aliados
Não se aventure mais! Conte com a ajuda de um gel ou uma pomada. Esses finalizadores poderão disfarçar o crescimento e proporcionar um penteado mais arrumado e definido, eliminando o aspecto desleixado e sem corte. Presilhas, grampos e tiaras são ótimos para domar os fios e criar novas possibilidades. Lenços e faixas também são uma boa.

Mais cabelos: dermatologista ensina como evitar quedas em tempos de stress e ansiedade

As emoções tanto negativas quanto positivas enviam sinais químicos para o nosso sistema capilar, que refletem na raiz do cabelo. O stress, por exemplo, resulta em uma pausa no crescimento dos fios, e tem forte relação com a queda.

“Quando estamos estressados, nosso corpo libera uma mistura complexa de hormônios e substâncias químicas, que fazem com que a oleosidade do bulbo capilar aumente e consequentemente haverá uma queda e a diminuição da nutrição dos fios”, explica o dermatologista Amilton Macedo, especialista em tricologia. Confira as dicas do especialista:

Solte os cabelos
A prática de manter o cabelo preso ao longo do dia, principalmente nesse período em casa, pode induzir a uma perda de fios chamada de alopecia por tração.

Na hora de penteá-los evite puxar os fios com muita força, o pode deixá-los quebradiços. Além disso, a lavagem do cabelo deve ser feita todos os dias, a oleosidade é um dos fatores que pode contribuir para a queda porque a proliferação de fungos acaba sendo maior.

Detox capilar
Por que não aproveitar a quarentena e dar um descanso para os fios? Aproveite o período de isolamento e desapegue da chapinha ou do secador, deixe o cabelo secar naturalmente dando um descanso a ele e ajudando na recuperação e na reconstrução capilar. Separe um tempo na sua rotina e faça uma bela máscara nos fios, de preferência aquelas que possuem vitaminas que ajudam na reconstrução.

Alimentação e o cabelo
A falta de nutrientes também pode ser a causa da queda. Algumas vitaminas são necessárias para o crescimento e fortalecimento dos fios. Inclua no seu dia: proteínas, ferro, vitaminas e minerais e o mais importante, água. Não se esqueça da hidratação dentro de casa: são recomendados no mínimo dois litros ao dia.

HITS

Fotos: Divulgação

Barreira de Hidratação
A NuSpace, do Grupo Drogaria Iguatemi, traz com exclusividade ao Brasil dois lançamentos da francesa Embryolisse: Hydra-Sérum (R$ 279) e Hydra-Crème Légère (R$ 169), têm 95% de ingredientes naturais para hidratar totalmente a pele. Inicie o tratamento aplicando algumas gotas do sérum para um efeito hidratante imediato, e, em seguida, uma fina camada do Crème Légère.

Tempo recorde
A carioca Lola Cosmetics, de beleza vegana, mobilizou suas fábricas e produziu álcool gel (R$ 11) e sabão para rosto, mãos e corpo, da linha Lolaterapia. A fórmula natural higieniza sem ressecar.

Olhar descansado
A Vichy expande sua linha Minéral 89 com a versão para a área dos olhos (R$ 170): com água vulcânica e hialurônico natural, ela hidrata e suaviza olheiras, dando aspecto de pálpebras menos inchadas.

Pele firme
Da Sallve, o Hidratante Firmador (R$ 100), em sérum-gel, reúne oito formas de ácido hialurônico na sua fórmula. Efeito tensor e ultrahidratação garantem mais firmeza e luminosidade.