Lady Gaga – Foto: Divulgação

Skincare para os olhos, cuidados especiais com os filtros do Instagram e os motivos para dar uma chance ao leite vegetal. Nossa editora-chefe e editora de beleza Anna Buchalla lista as principais novidades de beleza na coluna semanal “Drops de Beauté”. Anote as dicas:

WHAT’S NEW

Skincare para os olhos: os melhores cuidados para esta região delicada do rosto

Com o uso das máscaras de proteção, olhos ganharam evidência e merecem um cuidado específico. “A pele ao redor dos olhos é mais fina, seca e vascularizada, diferente do rosto, por isso a importância do uso de produtos específicos”, explica a dermatologista Luciana Garbelini, de São Paulo.

Segundo a especialista, as principais queixas com relação à área dos olhos que chegam ao seu consultório são olheiras profundas, marrons ou arroxeadas. Além de rugas finas de expressão por flacidez, bolsas e excesso de pele nas pálpebras superiores e inferiores. Confira dicas da médica para uma rotina básica de cuidados:

1. Luciana Garbelini indica demaquilantes com base oleosa ou hipoalergênicos, além de sabonetes líquidos neutros.

2. Para tratar, ela recomenda aplicar uma camada fina de antioxidantes pela manhã e outra mais espessa de nutritivos ou hidratantes à noite para acordar com as pálpebras mais hidratadas. “E protetor solar no rosto inteiro”, destaca Luciana. As ‘eye masks’, segundo ela, acabam entrando como uma opção boa de cuidados.

3. Produtos indicados: “os mais interessantes para essa parte do rosto, no geral contam com retinol ou glicólico em baixa concentração, para estimular o turnover celular e tratar rugas; vitamina K, cafeína e derivados para melhorar a circulação e o arroxeado; tensores como argireline para disfarçar a flacidez; e hidratantes como ácido hialurônico para preencher as rugas finas e craquelados, além de clareadores como vitamina C e niacinamida”, ensina a doutora Luciana.

Cuidado com os filtros do Instagram: vida digital em excesso pode provocar dismorfia

É o alerta do cirurgião plástico Alan Landecker, de São Paulo, Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). Segundo o médico, muitos jovens têm buscado procedimentos estéticos (reais) para se aproximarem de suas versões perfeitas em selfies com filtros de beleza. Dados da Academia Americana de Cirurgia Facial Plástica e Reconstrutiva apontam que 55% dos cirurgiões relataram ter pacientes solicitando procedimentos para melhorar sua aparência em selfies.

Os males da imagem perfeita foram tema de um artigo do “Journal of The American Society of Plastic Surgens”, que criou até o termo “dismorfia Instagram”, para classificar o distúrbio.

“Ainda que pareçam inofensivos e usados como forma de entretenimento, os filtros são preocupantes, uma vez que possibilitam uma versão online com proporções perfeitas e simétricas, estabelecendo assim um padrão de beleza ilusório e praticamente inatingível”, afirma Alan Landecker.

O problema pode se agravar durante a pandemia da covid-19, já que as pessoas ficam mais tempo conectadas durante o isolamento social, e consequentemente, passam a se autoavaliar ainda mais.

“O ângulo em que se tira a foto no modo selfie não favorece os traços, pelo contrário, até os distorce. Quando se aproxima muito o celular do rosto, por exemplo, o nariz na foto acaba saindo mais largo do que ele realmente é. Se a intenção é recorrer a uma cirurgia, solicitamos que os pacientes peçam a alguém para os fotografarem de longe e a partir disto, avaliamos se a queixa é pertinente”, diz.

O alerta é válido também para as pessoas que recorrem às cirurgias inspirando-se na beleza de celebridades. “Basta pensar que as atrizes, modelos e digital influencers possuem imperfeições como todos e que há enorme diferença entre o que é visto offline e suas versões postadas nas redes sociais, onde o photoshop, em sua maioria, impera”, conclui.

Três motivos para dar uma chance ao leite vegetal

Fotos: Divulgação

Algumas pessoas ainda torcem o nariz: mas o leite animal pode ser substituído pelo vegetal em praticamente tudo, com a vantagem de ser muito mais nutritivo e totalmente natural – do café com leite à receita de molho branco. Confira os benefícios da mudança alimentar:

1. O leite vegetal é clean label: A Tal da Castanha trouxe para o mercado brasileiro a proposta inovadora de criar uma bebida vegetal à base de castanha de caju e nada mais. Não tem adição de qualquer aditivo como espessantes, corantes, aromatizantes. As castanhas de caju orgânicas usadas são ricas em nutrientes. É 100% vegetal, portanto, ideaL para veganos e vegetarianos e intolerantes à lactose.

2. Na cozinha, serve para várias receitas: Pode ser usado em preparações doces e salgadas, substituindo o leite tradicional, proporcionando mais textura à uma receita ou a deixando mais nutritiva.

3. Faz bem à saúde: A castanha de caju é uma gordura saudável, rica em ômega-9, que protege o coração, o cérebro e ajuda na imunidade. É também fonte de fibras, o que auxilia no funcionamento do intestino, no controle do apetite e dos níveis de colesterol. Entre seu pool de vitaminas e minerais, estão as vitaminas A, D e K, magnésio, fósforo e potássio.

HITS

Fotos: Divulgação

1. Efeito micropigmentação

Da Benefit, a Brow Microfiling Pen (R$ 154) proporciona aparência natural com fios desenhados uniformemente. Disponível em 4 tons entre claros e escuros.

2. Mais fácil

Easy Dry & Go (R$ 168), da Tangle Teezer, é uma escova modeladora c para uma secagem rápida em estilo livre. Super indicada quem não tem tempo ou habilidade para uma escova mais técnica.

3. Beleza inclusiva

A Mayore Beauty chega para preencher uma lacuna no mercado de make para peles negras. Com nome inspirado em uma palavra nigeriana, que significa “retornar com sucesso”, vem com 52 produtos e tem como carro chefe a linha de bases (R$ 90) em 20 tonalidades.

Fotos: Divulgação

4. Bálsamo capilar

A amada linha Nourishing, da italiana Davines, surge totalmente reformulada para recuperar fios danificados. A queratina vegetal adicionada protege da desidratação. A Nourishing Vegetarian Miracle Mask (R$ 396) é ótima para fios grossos ou com frizz.

5. Cinco estrelas

Fusion Water (R$ 94), o protetor solar em base aquosa da Isdin, ganha fórmula ainda mais avançada: com FPS 60, tem a maior proteção UVA do mercado, não irrita os olhos e controla a oleosidade, entre outros.

6. Cuidado vegano

BYOS é a nova linha capilar da Vizcaya: os produtos são livres de sulfato, parabeno, sal, óleo mineral e outros. Xampú (R$ 35) e condicionador (R$ 36), nas linhas Hidratação e Nutrição e Cabelos Oleosos vêm em embalagens recicláveis.