Pilates x Musculação: qual é a prática ideal para você? » Harper's Bazaar
Busca Home Bazaar Brasil

Pilates x Musculação: qual é a prática ideal para você?

by Guilherme Rodrigues
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Uma das dúvidas frequentes de quem busca um exercício para tonificar o corpo é sobre as diferenças entre a prática de pilates e musculação. “Os dois tipos de exercícios são excelentes para trabalhar a musculatura do corpo, mas a abordagem e a proposta de cada um deles é muito diferente”, comenta Douglas Paiva, educador físico da Pure Pilates.

Ao escolher entre uma modalidade de exercícios e outra, é preciso levar em consideração o seu estilo de vida e os seus objetivos. “No pilates, você usa principalmente o seu próprio peso corporal para fazer os exercícios e desenvolver os músculos, a resistência e a flexibilidade“, comenta o educador.

Pilates pode prevenir lesões e trabalhar melhor a mente

Foto: Reprodução/Instagram

Foto: Reprodução/Instagram

Treinos com pesos podem trazer inúmeros benefícios como alinhamento da coluna, prevenção de dores musculares e atrofia. Exercícios de musculação também são indicados para retardar o envelhecimento dos músculos, trabalhar a autoestima e auxiliar no emagrecimento já que a prática melhora o funcionamento do metabolismo.

O pilates já que é um exercício que procura desenvolver não apenas o corpo, mas também a mente e o espírito de forma completa. Assim como a musculação, o pilates também desenvolve a musculatura, aumenta a força do tronco e alinha a coluna. Mas trabalha outros aspectos importantes para o desenvolvimento corporal, como a respiração, a flexibilidade e a concentração. Veja alguns pontos a serem considerados na hora de escolher uma das atividades:

Pilates: Exercício de baixo impacto, o que previne lesões; indicado para desenvolver a flexibilidade e a concentração; no pilates, você usa principalmente o seu próprio peso corporal para fazer os exercícios; alguns movimentos podem ser feitos sem equipamentos.

Musculação: Indicado para retardar o envelhecimento dos músculos; exercício de maior impacto, mais chances de lesão; na musculação, você usa outros pesos para realizar os movimentos; costumam exigir um ambiente com máquinas para exercer os movimentos

“O pilates ainda tem a vantagem de ser um exercício de baixo impacto, o que previne lesões e até serve, em alguns casos, como forma de tratamento fisioterapêutico”, completa Douglas Paiva.

Além disso, muitos praticam musculação com o objetivo de fazer com que os músculos cresçam e se desenvolvam, no entanto, se interrompida, não é incomum que a firmeza deles se perca. Já com o pilates os músculos se tornam definidos e mais fortes de forma permanente