Foto: Acervo pessoal

Por Fernanda Fehring 

Descobri recentemente um hotel boutique em São Paulo que oferece tudo aquilo que amamos: boa localização, quartos confortáveis, uma boa estrutura e uma equipe simpática e profissional. Me refiro ao Canopy by Hilton São Paulo Jardins, um hotel de charme do novo selo de lifestyle do grupo hoteleiro Hilton, aberto em fevereiro deste ano.

Foto: Fernanda Fehring

Na verdade, já vinha procurando um hotel com esse perfil em SP faz tempo. Procurava um endereço aconchegante, em um local tranquilo e com poucos quartos. Algo bacana entre o universo dos grandes hotéis de luxo e dos muitos apart-hotéis funcionais e sem charme.

Foto: Fernanda Fehring

De fato, mirei no que vi e acertei no que não vi, pois além de cumprir todos os requisitos que buscava, o Canopy ainda promove boas práticas de sustentabilidade e valoriza a arte e cultura de nosso país. Um endereço adorável em uma cidade que adoro.

Foto: Fernanda Fehring

Localização

Na busca por um lugar sossegado, encontrei algo até bem mais quieto do que imaginava. Calmo e silencioso que só ele, o Canopy Jardins by Hilton fica localizado na Rua Saint Hilaire, uma rua sem saída entre a Avenida Brigadeiro Luís Antônio e a Alameda Eugênio de Lima.

Foto: Fernanda Fehring

O mais bacana é que perto dali há ótimas opções de programas culturais, como o Masp (Museu de Arte de São Paulo), a Fundação Cultural Ema Gordon Klabin e o IMS (Instituto Moreira Salles Paulista). Há também boas escolhas gastronômicas e uma ótima alternativa de programa ao ar livre, já que o Parque Ibirapuera fica a 20 minutos de caminhada do hotel.

Os quartos

O Canopy SP Jardins conta com 98 quartos divididos em quatro categorias. Todos estão tinindo de novos (uma delícia) e contam com instalações modernas e aconchegantes. As camas, extremamente confortáveis, têm colchões com controle de temperatura desenvolvidos pela marca Pikolin exclusivamente para o hotel. Cada uma delas tem um dossel estilizado que é a marca registrada do selo Canopy by Hilton – já que “canopy”, em inglês, significa dossel.

Foto: Fernanda Fehring
Foto: Fernanda Fehring

A paleta de tons pastel utilizada na decoração casa perfeitamente com a madeira da escrivaninha e o ferro usado nos banheiros e na estrutura do armário, emprestando um ar de loft nova iorquino ao quarto. As bonitas luminárias douradas em estilo retrô completam o décor.

Foto: Fernanda Fehring

Os quartos contam ainda com TVs de 55 polegadas, cafeteira e cápsulas de espresso, minibar e entradas de USB na cabeceira e na escrivaninha. E ainda um ferro e uma tábua de passar – um detalhe que adoro encontrar em quartos de hotéis.

Foto: Fernanda Fehring

Gastronomia

O restaurante Stella tem bonita decoração e um ambiente alegre e repleto de luz natural. O bar é o ponto central do espaço e conta com luminárias feitas com potes de artesanato vindos de comunidades ribeirinhas amazônicas. O resultado ficou lindo!

Foto: Fernanda Fehring
Foto: Fernanda Fehring

A cozinha é comandada pelo chef David Kasparian e o menu é de culinária contemporânea. O Stella serve café da manhã, almoço e jantar e é aberto também a não-hóspedes.

Foto: Fernanda Fehring
Foto: Fernanda Fehring

O charme do local fica por conta das cadeiras espalhadas pelo ambiente e da varanda, com mesas e luzinhas penduradas nas árvores. Excelente opção para um jantar descontraído após um longo dia de trabalho (ou lazer) na capital paulista.

Foto: Fernanda Fehring
Foto: Fernanda Fehring

Arte brasileira

Chamou minha atenção o quanto este hotel valoriza a arte e a cultura do Brasil. Na fachada do hotel, o paredão lateral do prédio abriga um dos dois painéis assinados pelo artista de rua Speto. No saguão, o mural de cerâmica de Nathalia Favaro e os murais de paisagens brasileiras da artista Marcella Riani convivem em perfeita harmonia com os bancos Girafa de Lina Bo Bardi e com as poltronas São Paulo – criadas por Paulo Mendes, vencedor do prêmio Pritzker. O hotel tem ainda em seu acervo objetos de artesanato amazônico desenvolvidos exclusivamente para o Canopy.

Foto: Fernanda Fehring

A arquiteta Maria Magalhães foi a responsável pelo bonito projeto de design de interiores, que honra, divinamente, nossa cultura e o talento de nossos artistas. Bravo, Maria!

Foto: Fernanda Fehring

O Rooftop

Quando estive no hotel, o rooftop seguia fechado. Mas com inauguração marcada para breve, o espaço que abriga o bar Barnô promete ser um endereço disputado para um happy hour na capital paulista. Com bela decoração e vista para o skyline da cidade, conta ainda com uma ótima varanda com teto retrátil.

Foto: Fernanda Fehring
Foto: Fernanda Fehring

Estrutura do hotel

O simpático mezanino, localizado no terceiro andar, abriga uma academia de ginástica, uma sala de reuniões, um bar e um simpático terraço, que pode ser usado para uma reunião ou um pequeno evento. Com projeto paisagístico assinado por Martha Gavião, o espaço tem ainda vista para mais um mural assinado por Speto.

Foto: Fernanda Fehring

Sustentabilidade

No quesito iniciativas sustentáveis, o Canopy Jardins faz bonito com o programa “Refresh, Refill and Repeat”. Trata-se de uma solução encontrada pelo grupo Hilton para lidar com o desperdício de plástico gerado pelos hotéis. No programa, o hóspede é convidado a encher sua garrafa de vidro em um dos filtros espalhados pelos andares do hotel.  Uma ideia simples, mas eficaz, no combate ao desperdício e na proteção ao meio ambiente.

Ah, se todos fossem assim…

Canopy by Hilton São Paulo Jardins

Rua Saint Hilaire, 40, São Paulo, SP.
www.hiltonhotels.com
@canopysaopaulojardins
Tarifas a partir de R$650,00

@fernandafehring é formada em Hotelaria, Gastronomia e Turismo pela Universidade de Surrey, na Inglaterra, e em Cozinha pela École Le Cordon Bleu, de Paris. Foi expatriada por 18 anos, morando em países como Inglaterra, Alemanha, China, França e África do Sul. Mas é no Rio de Janeiro que Fernanda se sente mais feliz. Formada pela McQueens de Londres, Fernanda teve um ateliê de flores durante seis anos no Rio. Trabalha atualmente como curadora de viagens e colunista, e sua grande paixão são as viagens de natureza e de isolamento. País preferido no mundo? África do Sul. Viagem dos sonhos? Alasca.