Foto: Acervo pessoal

Por Fernanda Fehring

Foi a primeira vez que me hospedei em um spa, ou em um centro de saúde dedicado aos cuidados com o corpo e a mente, com um objetivo predeterminado. No meu caso, o de emagrecer e relaxar a mente. Na verdade, sou apaixonada por spas, não só porque visito muitos hotéis por conta do meu trabalho (e gosto de experimentar as massagens de todos os que visito), mas porque aprendi a frequentá-los regularmente quando morava na África do Sul. Por lá, terapias corporais e espaços dedicados aos cuidados com o corpo são paixão nacional.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Controlo a alimentação com endocrinologistas e nutricionistas desde sempre. Fui uma adolescente acima do peso, e dietas e “fórmulas milagrosas” são minhas antigas conhecidas. Minha forma física sempre foi pautada pelo famoso efeito sanfona: períodos de estar em forma, quando faço tudo direitinho (dieta controlada durante a semana, com escapadas nos fins de semana, e exercícios físicos regulares); e acima do peso (quando viajo ou simplesmente sinto vontade de “enfiar o pé na jaca”). Um perfil parecido com o de muita gente que conheço.

Quando recebi o convite para visitar o Kurotel, o conhecidíssimo centro de saúde e bem-estar em Gramado, estava exatamente em um período de muitas viagens, com alguns quilos a mais e precisando me cuidar. Descansar a mente também, depois de um período duro de pandemia, seria extraordinário, e o programa escolhido foi, portanto, o de Mind Detox e emagrecimento, com duração seis noites.

O Kurotel

Foto: Fernanda Fehring

Fundado em 1982 pelo médico Luis Carlos Silveira e sua esposa, Neusa Silveira, o Kurotel foi criado com o objetivo de ser um centro de saúde com foco na prevenção. Com a abertura do centro, foi criado também o Método Kur, que tem como pilares a educação de uma vida saudável, física e emocional. Através de terapias e tratamentos, o objetivo é estimular o sistema imunológico e fortalecer as defesas naturais do corpo, seguindo o moto do lugar de “Melhor Saúde e Mais Vida”.

Foto: Fernanda Fehring

Instalado em um casarão de 10 mil m² de área construída no tranquilo bairro de Bavária, na cidade de Gramado, o hotel é cercado de natureza por todos os lados e por bonitas casas de arquitetura característica da região.

Foto: Fernanda Fehring

A decoração em estilo clássico, nos faz pensar que estamos na casa de algum parente que não vemos sempre, mas que gostamos muito. E o acolhimento e cuidado são o cerne da experiência Kur, que não mede esforços para fazer com que todos se sintam em casa.

Acomodações e estrutura

Foto: Fernanda Fehring

Suas acomodações se dividem em dois estilos distintos: as clássicas, com decoração em estilo mais europeu, que ficam na parte antiga do hotel; e as contemporâneas, com design mais minimalista, localizadas na ala mais moderna do Kur. As categorias oferecidas são single ou double em apartamentos, suítes, top suítes e chalés. Todas têm vista para o verde e são equipadas com frigobar, ar-condicionado, calefação, TV de plasma e cofre.

Foto: Fernanda Fehring

A estrutura do local é impressionante. Conta com uma excelente academia de ginástica, com aparelhos de última geração, três piscinas e um spa com diversas salas de massagem e um local para relaxamento. O Espaço das Águas foi criado para tratamentos termais e está localizado ao lado da cozinha aberta, palco de aulas de culinária saudável. E ainda, uma ótima sala multiuso é usada para as aulas de dança, ioga, meditação e alongamento.

Foto: Fernanda Fehring

A parte clínica também impressiona, com bem equipados consultórios para os atendimentos dos clínicos gerais, nutricionistas, psicólogos, fisioterapeutas e preparadores físicos. O simpático restaurante, as salas de estar, a lojinha KUR e uma varanda coberta estão localizadas logo na parte da entrada do casarão, o marco zero do Kurotel, onde tudo começou em 1982.

Foto: Fernanda Fehring

Chegando lá

Foto: Fernanda Fehring

Alguns dias antes da partida para o Kurotel, um membro da equipe entra em contato com o hóspede para organizar os detalhes finais da estadia por lá. O tipo de programa que será seguido é escolhido, e detalhes do transfer do aeroporto de Porto Alegre até o hotel são organizados. A viagem até Gramado é tranquila e dura de uma hora e meia a duas horas, dependendo do trânsito, que pode estar congestionado na saída da cidade.

Quando as casas em estilo colonial começam a aparecer na estrada, já sabemos que Gramado está perto, e o pórtico dando boas-vindas à bonita cidade marca a entrada na mesma. Dali até o Kurotel é um pulo, e uma boa chance de observar uma cidade linda, bem cuidada e que nos faz, por um breve momento, viajar até a Alemanha e a Suíça.

Programas oferecidos

Foto: Fernanda Fehring

A gama de programas e tratamentos oferecidos pelo Kur é extensa. Sempre imaginei que o local fosse indicado apenas para emagrecimento, mas não poderia estar mais enganada. O foco ali é a saúde, e o emagrecimento seria apenas uma consequência dos muitos tratamentos que fazem parte do Método Kur.

Ao chegar ao hotel, uma triagem feita com uma enfermeira, avalia o peso, pressão e coleta dados dos hábitos de cada hóspede. No dia seguinte, as consultas com os profissionais de saúde são agendadas e os tratamentos indicados. A primeira delas, com um clínico geral, que dá uma olhada no quadro do paciente como um todo. Os demais profissionais avaliam áreas específicas como: alimentação (nutricionista); condicionamento físico (preparador); estado emocional (psicólogo) e lesões (fisioterapeuta).

Com a avaliação completa em mãos, a estratégia de tratamento é traçada e a agenda do paciente é montada. No meu caso, o escolhido foi o programa de Mind Detox, com emagrecimento, e uma bateria de massagens e terapias de relaxamento foi agendada para os próximos seis dias de estadia. Mas cada hóspede está ali por um motivo distinto e foi muito interessante descobrir, durante conversas que tive com pessoas que encontrei por lá, o que os trazia até ali.

Emagrecer, melhorar o sono, ganhar autonomia nas pernas ou simplesmente desligar-se da rotina por uns dias. O Kurotel tem um programa específico para atender a cada um. Abaixo, uma lista completa dos programas oferecidos.

Plano Fit (emagrecimento)
O plano fit é o indicado para quem quer emagrecer respeitando a saúde e o bem-estar. Inclui exames de avaliação corporal por imagem (para avaliar a distribuição de gordura e massa magra), exercícios físicos personalizados e dieta. Os tratamentos incluídos são ainda: drenagem linfática; atividades aquáticas na Estação das Águas; aparelhos do centro de controle do estresse e aulas de culinária saudável. Um plano alimentar predeterminado é seguido durante toda a estadia, e as dietas podem variar de acordo com o desejo do hóspede e incluir mais ou menos calorias.

Foto: Fernanda Fehring

Mind Detox (controle do estresse)
Mind Detox é o plano escolhido para os hóspedes que precisam desligar e reequilibrar o corpo e a mente. O estresse e ansiedade são controlados com técnicas exclusivas para administrar as emoções. Reflexologia, meditação guiada, massagens no spa, ioga, atividades aquáticas e alongamento são algumas das atividades indicadas. O hóspede pode seguir também um plano alimentar com foco em emagrecimento, ou se alimentar sem restrições calóricas.

Foto: Fernanda Fehring

Longeve (longevidade saudável)
Com o aumento da expectativa de vida de todos nós, cresce também a busca por práticas que gerem uma melhor qualidade de vida na velhice. O plano Longeve é para quem quer viver mais tempo com saúde e bem-estar. Com foco em autonomia, melhora da atenção e memória, e aprimoramento no condicionamento-físico e disposição, o plano engloba ainda práticas para melhorar o pré e o pós-operatório de pacientes.

Foto: Fernanda Fehring

Detox do Tabaco (antitabagisimo)
O programa de antitabagismo, ou detox do tabaco, foi criado para auxiliar pacientes que desejam parar de fumar. Controle da ansiedade, relaxamento e terapias de apoio ao paciente estão incluídas nesse plano.

Pós-câncer
O plano pós-câncer foi desenhado para pacientes que precisam se recuperar dos tratamentos agressivos usados para combater a doença e o tempo de hospitalização. Fortalecer a saúde e trabalhar a mente, e preparar o paciente para voltar às atividades de rotina, são os objetivos deste método.

Kinder Kur
Kinder Kur é uma modalidade que visa estimular a aproximação entre pais e filhos. Em uma acomodação conjugada em cabanas dentro do complexo Kur, o plano é indicado para mães no pós-parto e bebês de até dois anos. O foco aqui é a recuperação física e emocional da mãe, e aprendizado sobre práticas saudáveis para crianças. Neste plano estão inclusas duas massagens Shantala (adoro!), duas atividades mamãe e bebê na água e uma consulta com nutricionista, com foco em alimentação do bebê e amamentação.

Foto: Fernanda Fehring

Noivas
O plano para as noivas foi desenhado para oferecer uma semana de descanso e cuidados antes do grande dia. Alimentação saudável, terapias estéticas e relaxamento são os focos deste programa, que tem como clientes mães e filhas, noivas e madrinhas, ou apenas um grupo de amigas da noiva e ela própria.

Foto: Fernanda Fehring

Minha estadia

A frente fria que havia trazido neve a Gramado uma semana antes da minha chegada já havia se dissipado, mas o friozinho gostoso continuava por lá. Começar uma dieta com tempo frio é sempre mais difícil, ainda mais em um lugar tão atraente, no quesito gastronomia, quanto Gramado. Mas estava determinada a cumprir o programa escolhido todo certinho e resisti a sugestões transgressoras de amigas de levar “contrabando” na mala. rs

Um cream cracker escondido poderia ser a glória, afirmou uma delas, que não sabe que tenho uma disciplina inabalável quando decido levar alguma coisa a sério. Mas confesso que, no final do primeiro dia, fui dormir pensando no tal biscoito e com o estômago roncando de fome… O que me fez, de fato, realizar que levava uma dieta muitíssimo permissiva antes de chegar ao Kurotel.

Foto: Acervo pessoal

A dieta

Comecei a estadia com o plano alimentar “ultra slim”, de 800 a 1.000 calorias diárias. Pouco, pouquíssimo, para alguém que chega a queimar até 500 calorias em uma aula de spinning. Após minhas consultas médicas, decidimos alterar minha dieta para a categoria “slim”, de 1.000 a 1.200, o que me deu mais energia para tocar o dia e disposição e bem-estar.

Foto: Fernanda Fehring

O Kurotel oferece seis refeições diárias: café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia. O almoço e o jantar têm menu gastronômico e vêm com entrada, prato principal e sobremesa. A variedade de receitas é enorme e a gastronomia do hotel é de alto nível.

Um carrinho de temperos vem sempre até a mesa para que o hóspede possa “incrementar” seu prato. Ervas picadas, molhos light de saladas, mostarda em grãos e pimenta do reino são algumas das especiarias oferecidas para driblar a falta do vilão-mór de todas as refeições: o sal refinado.

Foto: Fernanda Fehring

Atividades

O dia no Kurotel começa às 8h com uma gostosa caminhada por Gramado. Às quartas e aos sábados, o passeio é pelo bonito Lago Negro, um dos pontos mais visitados da cidade. Na sequência, uma aula de dança e movimento com o professor Rodrigo, uma das horas mais bacanas dos meus dias passados no Kur. As aulas de meditação e ioga foram interessantes, mas o nível era bem básico e senti falta de uma prática mais avançada para praticantes da modalidade.

Foto: Fernanda Fehring

Os tratamentos do “centro de controle do estresse” eram todos focados em relaxamento e incluíam dentre outros, meditação guiada, uma cadeira de shiatsu e uma banheira alemã de hidromassagem, com 120 jatos de água.

Foto: Acervo pessoal

 

Foto: Fernanda Fehring

A Estação da Águas e Spa do Kurotel, o centro de tratamentos termais do hotel, oferece o interessante Circuito das Águas, uma série de atividades termais que proporcionam relaxamento muscular e mental, e melhora na imunidade.

Foto: Fernanda Fehring

Mas a grande estrela do Kur é seu spa, o maior da América Latina, que conta com diversas salas de massagem e um maravilhoso espaço para relaxamento. Na minha estadia por lá, fiz a massagem Kur, a massagem ayurvédica, a terapia modeladora e a reflexologia podal. Todas excelentes.

Foto: Fernanda Fehring

 

Foto: Fernanda Fehring

Para terminar, experimentei a cápsula de flutuação, a última novidade em terapias de relaxamento a chegar no Kurotel. Um casulo com água com sal com som ambiente e luzes coloridas (cromoterapia), que auxilia o paciente a desconectar. O tempo de permanência dentro da cápsula é de 30 minutos. Mas para quem (como eu) sofre de claustrofobia, 5 minutinhos foram mais do que suficientes para conhecer o produto – e optar por alguma das outras (ótimas) opções de relaxamento disponíveis no por lá. rs

Foto: Acervo pessoal

O serviço

Durante minha estadia no Kurotel, recebi muitas mensagens elogiosas de pessoas que já estiveram no hotel. As palavras que mais ouvi de todos foram: “cuidadosos”, “atenciosos” e “acolhimento”. E eu não poderia concordar mais com o sentimento geral: poucas vezes me senti tão acolhida em um hotel como me senti ali. O serviço é personalizado ao ponto de toda a equipe chamar cada hóspede pelo primeiro nome, e mostrar interesse genuíno pelo bem-estar de cada um. Desde as camareiras gentilíssimas, até as terapeutas e preparadores físicos, a equipe administrativa e o corpo médico, todos têm em comum a delicadeza e a atenção como características marcantes.

A equipe do restaurante poderia estar operando em qualquer estabelecimento estrelado do planeta, tamanha é a excelência do serviço que oferecem. Para uma pessoa que vem da hotelaria, foi um verdadeiro bálsamo observar uma operação tão afinada e eficiente. Uma verdadeira aula de hotelaria.

Foto: Fernanda Fehring

Resultado final

Foram seis dias de dieta e tratamentos no Kurotel, e a cada dia que passava, me sentia mais leve e bem-disposta. Os dois primeiros dias, de adaptação à nova dieta, foram difíceis e fiquei com fome, sim! (rs) Entretanto, com o passar do tempo, meu corpo foi se adaptando e a sensação de bem-estar tomando conta. Consegui relaxar de verdade e perdi 2 kg seguindo o plano alimentar à risca. As massagens fizeram meus dias mais felizes e o clima serrano de Gramado me ajudou a descansar a mente.

O mais importante, porém, foi ter voltado muito bem “instruída” em como ter uma rotina mais saudável. Aprendi alguns truques simples (mas eficazes), como: não usar sal na comida, ou não beber nenhum líquido nas refeições; e ouvi o alerta de que precisava intensificar meu treino muscular. Algo que vai melhorar muito a minha qualidade de vida agora e nos anos que vêm pela frente.

Foto: Fernanda Fehring

Antes de ir embora, tive o prazer de conversar com a médica Dra Mariela Silveira, filha do casal fundador, e integrante da segunda geração que administra o Kurotel. Em nosso encontro, Dra Mariela me contou sobre o crescente uso dos testes genéticos nos tratamentos oferecidos por eles, e sobre as novidades tecnológicas presentes nos tratamentos do Kur. A que mais me impressionou foi um telômetro, que indica a idade celular de cada paciente.

Soube também de seu incrível trabalho na ONG Mente Viva, que tem como objetivo promover a cultura da paz nas escolas através da prática da meditação (e que já ensinou mais de 75 mil crianças a meditar). Simplesmente espetacular.

Depois de nossa conversa, tive ainda mais certeza de que o Kur está em excelentes mãos, e seguirá ainda por muitos anos desempenhando excelentes práticas de prevenção e nos ensinando a viver com muito mais saúde e equilíbrio emocional.

Bravo, Kurotel.

Foto: Fernanda Fehring

Kurotel
Gramado, RS
@kurotel_
www.kurotel.com.br

@fernandafehring é formada em Hotelaria, Gastronomia e Turismo pela Universidade de Surrey, na Inglaterra, e em Cozinha pela École Le Cordon Bleu, de Paris. Foi expatriada por 18 anos, morando em países como Inglaterra, Alemanha, China, França e África do Sul. Mas é no Rio de Janeiro que Fernanda se sente mais feliz. Formada pela McQueens de Londres, Fernanda teve um ateliê de flores durante seis anos no Rio. Trabalha atualmente como curadora de viagens e colunista, e sua grande paixão são as viagens de natureza e de isolamento. País preferido no mundo? África do Sul. Viagem dos sonhos? Alasca.