Livraria da Gucci é programa obrigatório em Nova York

O espaço fica dentro da flagship no Soho, por Silvana Holzmeister

by Silvana Holzmeister
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O universo inspiracional de Alessandro Michele é um patchwork cultural. Por ele, passeiam o resgate de modas antigas aliado a uma visão particular do mundo contemporâneo, além de democráticas referências à música e literatura. A coleção deste Inverno europeu da Gucci é movida pelo Manifesto Ciborgue, um tratado de 1984 da filósofa feminista Donna Haraway.

Em coleções anteriores, o diretor criativo da marca italiana flertou com obras de Jane Austen. Essa paixão por livros ganhou espaço primeiro no Gucci Garden, em Florença, e, agora, dentro da flagship do Soho, em Nova York.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM 

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A Gucci Wooster Bookstore exibe visual retrô, com sofás de couro entre colunas de ferro para quem quiser investir tempo folheando algumas das 2 mil publicações dispostas em estantes de madeira. Há títulos de moda à ilustração, selecionados na curadoria assinada por David Strettell, fundador da Dashwood Books, a famosa livraria nova-iorquina especializada em fotografia.

Foto: Reprodução/Instagram

Foto: Reprodução/Instagram

Há, ainda, trabalhos dos “amigos da casa”, incluindo Martin Parr, Petra Collins, Ryan McGinley e Florence Welch, cujo livro Useless Magic: Lyrics and Poetry, lançado em julho, ganhou roupagem especial em edição limitada e espaço de destaque na livraria. Repleto de desenhos e rabiscos, o livro da cantora inglesa, que é embaixadora oficial da joalheria da grife italiana, caminha entre um limite muito sutil entre poesia e composição musical.

Foto: Reprodução/Instagram

Foto: Reprodução/Instagram

Foto: Reprodução/Instagram

Foto: Reprodução/Instagram

Foto: Reprodução/Instagram

Foto: Reprodução/Instagram

Foto: Reprodução/Instagram

Foto: Reprodução/Instagram

Entre os textos está New York Poem, que inspirou o título de seu mais recente álbum High as Hope. No início de dezembro, Florence fez leitura de trechos do livro para uma plateia que incluía o pintor John Currin e a escritora Antwaun Sargent. Em tempo: em setembro próximo, Florence and the Machine estarão no palco do Rock in Rio. Enquanto isso, se suas férias incluírem Nova York, a Gucci Wooster Bookstore é ponto de parada obrigatório.

Leia mais:
10 coisas que amamos do pre-fall 2019 da Gucci
Veja os 10 desfiles mais marcantes de 2018