Foto: reprodução
Foto: reprodução

Em depoimento a Luigi Torre

6:00 Sofro constantemente de jet-lag, então, sempre acordo cedo, mas nunca uso despertador, odeio alarmes. Tenho uma técnica, meio de meditação, que, antes de dormir, quando já estou deitado na cama, fico imaginando o horário em que tenho de levantar no dia seguinte. Durmo sempre com meus dois cachorros (lulus-da-Pomerânia), Tank e Bambi, o que pode fazer com que fique alguns minutos extras com eles debaixo do cobertor. A primeira coisa que faço, então, é alimentá-los e levá- los para passear. Em seguida, medito por cerca de 30 minutos. É uma das coisas que me mantêm vivo e me ajudam a ficar mais focado ao longo do dia. Recentemente, comecei também a fazer hipnoterapia, para parar de fumar. Achei essa mulher incrível, Trudy Beers, que foi uma estilista nos anos 1980. Vou uma vez ao ano, porque funciona por entre seis e doze meses. Há pouco tempo, eu era do tipo “café, cigarros, álcool, ressacas…”, mas, depois de uma certa idade, você precisa tomar alguns cuidados e se cuidar mais. Como viajo muito, é ainda mais importante ter uma rotina saudável e me manter focado.

7:30 Corro por 30 minutos e, então, faço um pouco de musculação e alongamento. Estou no meu telefone o tempo todo, checando e-mails e outras coisas. Na verdade, tenho ideias ótimas quando estou me exercitando. Assim que termino o treino, começo a enviar essas ideias doidas para todo mundo e eles pensam “Ok, lá vai… Ele acabou de treinar agora”.

8:30 Meu café-da-manhã, assim como todas as demais refeições, são entregues pelo Food Matters, um serviço nutricional que monta cardápios customizados de acordo com suas preferências e necessidades. No meu caso, é uma dieta com poucos carboidratos, muitos vegetais e frutas frescas. Não tenho muitos rituais de beleza, mas sou fascinado por produtos japoneses. Não que eles sejam exatamente melhores, mas, como cresci no Japão, há uma certa memória afetiva em ver um monte de letras japonesas enquanto tomo banho. Tento comprá-los sempre que estou lá, mas, se preciso de algo de última hora, compro num mercado no SoHo. Hoje já não gasto muito tempo me vestindo. Claro que, de vez em quando, gosto de fazer algo mais maluco e aí brinco com cores e estampas. Mas, geralmente, fico no preto, branco e azul-marinho. Gosto de itens confortáveis, a não ser que tenha uma festa ou algo do tipo. Sempre visto jeans Jogg, da Diesel (são jeans, mas é possível correr com eles), e um moletom com capuz preto – tenho uns 50 desses. E meus tênis são New Balance, com o “N” de Nicopanda [sua marca] e Nicola.

+ Leia mais sobre Nicola Formichetti

 

9:00 Meu estúdio fica embaixo do meu apartamento, em Tribeca, então, só preciso descer as escadas para começar a trabalhar. Agora, tenho cerca de 20 meditação pessoas lá comigo e há sempre um milhão de coisas acontecendo ao mesmo tempo. Eu e meu sócio, Kevin Kollenda, temos uma agência criativa chamada Two Hustlers. Fazemos marketing digital e visual de lojas. Além disso, sou diretor artístico da Diesel, tenho uma marca chamada Nico – panda e ainda faço styling e cuido da imagem de algumas celebridades, como Lady Gaga e Brooke Candy. A divisão de trabalho é bastante orgânica, mas tento focar meus dias na Diesel e as noites nas celebridades ou outros trabalhos artísticos.Trabalho com gente do mundo todo, então, nunca paro de trabalhar. Minha sorte é que amo o que faço, para mim não é um sacrifício. Estou fazendo sempre algo novo, algo diferente. Na Diesel, por exemplo, estou há dois anos e sigo aprendendo a cada estação. As coleções são gigantescas e me forçam a ter um olhar mais amplo e democrático. Justamente por ser tão grande, precisamos ter uma abordagem, de certo modo, simples, mas nunca chata.

13:00 Recebo meu almoço também do Food Matters. Amo comida japonesa e asiática e, às vezes, preciso ir a algum restaurante que serve isso, como o En – um dos meus favoritos; o natto, aliás, é incrível. O problema é que estou tentando cortar arroz e massa, então, acabo ficando com peixe e vegetais. Não é muito bom, mas fazer o quê?

13:30 Meus almoços raramente levam mais de 30 minutos. Logo depois, volto para o estúdio para continuar o trabalho com minha equipe ou, se tenho tempo, tento fazer uma sessão de acupuntura. Gostaria de fazer no mínimo duas vezes por semana, pois me ajuda a ficar mais calmo e concentrado, mas não é sempre que consigo conciliar os horários.

18:00 Paro de trabalhar e subo de volta a meu apartamento para comer algo. Quase sempre acabo voltando ao trabalho, para resolver projetos pendentes ou concluir alguma coisa que necessite de uma dose de criatividade extra.

21:00 Se tenho tempo livre, gosto de fazer massagens para relaxar. Tocar piano é outra coisa que me ajuda. Toco desde criança: Chopin, Beethoven e um compositor japonês, Sakamoto. Gosto também de arrumar minha casa, cuidar das plantas – tenho várias delas – e coordenar meu guarda-roupa por cores. Ando um pouco obcecado por séries de TV. As últimas que vi foram The Following e Game of Thrones. Mas não consigo ver semanalmente, preciso esperar a temporada acabar e ver numa tacada só. Sou muito ansioso para esperar sete dias pelo próximo episódio. Reservo minhas leituras para quando estou no avião, e agora que me tornei adepto dos e-books. É ainda melhor, pois não preciso carregar tanto peso.

23:30 Já não saio tanto quanto antes, mas ainda gosto de ir a festas e aproveitar um pouco da vida. Gostava muito da Westgay @ The Westway, mas foi fechada recentemente para dar lugar a um empreendimento imobiliário, e da 11:11, da minha amiga Lady Fag. É muito inspirador sair e ficar observando como as pessoas estão se vestindo. Adoro observar as pessoas. E, se não saio, vou logo para a cama com Tank e Bambi, são os melhores abraços!