Max Blum, responsável pela trilha sonora da Tufi Duek - Foto: Reprodução
Max Blum, responsável pela trilha sonora da Tufi Duek – Foto: Reprodução

Nenhum desfile de moda está completo sem uma trilha sonora deluxe para dar o clima certo à coleção. E como a redação da Harper’s Bazaar adora música, falaremos diariamente sobre os sons que estão embalando as passarelas da Bienal.

Nesta segunda-feira (18.03), primeiro dia da temporada de verão 2014 do SPFW, a Animale abriu os trabalhos musicais, com trilha assinada por Hugo Frasa. No som, batidas eletrônicas e pegada sexy, para combinar com a temática de balneário cool de Bali, que inspirou a coleção.

Ricardo Athayde, responsável pela trilha da Cori, contou que trabalhou ao lado de Mauricio Ianês para criar uma sonoridade forte. “Começamos com Human League e terminamos com The Knife, pensando em uma mulher em torno de trinta anos e com muita atitude, que surge na nova fase da Cori“, explicou.

Já a coleção inspirada no movimento punk, da Tufi Duek, contou com som de Max Blum, que escolheu as bandas Suuns e Hurts para compor a trilha sonora, uma das melhores do dia. “Eu trabalhei com referências punk, sem fugir do DNA da marca, que é mais misterioso e classudo”, disse. “O som é rock e um pouco perverso, mas não é literal”.

Por fim, Elohim Barros, da festa Taco Bells, ficou encarregado de traduzir em música a inspiração “Soul Train” da coleção da Cavalera, última marca a desfilar neste primeiro dia. “Fizemos uma homenagem ao Tony Tornado, grande expoente do soul e funk brasileiro e também selecionamos artistas dos anos 1960 e 1970 que representam o movimento, como James Brown, Aretha Franklin e Jacksons Five.”