Novo prato do menu do restaurante Emiliano – Foto: Divulgação

O restaurante Emiliano valoriza as riquezas do Brasil com novo cardápio assinado pelo chef Breno Berdu. A relação com os pequenos produtores, o frescor e procedência dos alimentos são premissas que chegam à mesa dos clientes mais exigentes.

Berdu está sempre em busca do equilíbrio perfeito da alta gastronomia e tudo o que a natureza tem para oferecer. Um dos pilares da cozinha do Emiliano é o aproveitamento total dos alimentos, além de utilizar produtos com rastreabilidade para permite saber a trajetória de um produto em sua cadeia.

O resultado é um cardápio com receitas contemporâneas preparadas com os melhores ingredientes do dia, frescos, locais e orgânicos.

O novo menu surpreende com receitas afetivas que reconfortam com pratos delicados, como a Gema curada, cará e bottarga. Uma gema orgânica curada no sal, cara cremoso e bottarga. Uma entrada que traz o contraste do sabor do cará com o salgado da bottarga e gema, em equilíbrio de sabor neste prato outonal.

Destaque para o jacaré com azedinha e melado picante, uma iguaria brasileira, esta carne leve combina muito bem com o cítrico da azedinha e um leve toque picante adocicado do melado, uma nova experiência.

Para os veganos um prato delicioso, leve e saboroso, Espaguete de pupunha vegano com molho de moqueca.

Um prato intenso, pato e tucupi preto. O sabor do pato confitado utilizando técnicas francesas, com pele crocante, servido com uma redução de tucupi adocicada com toque de melaço de cana e a textura de farinha d’água. O tucupi preto usado na receita vem de São Gabriel da Cachoeira, uma localidade conhecida pela promoção da cultura e gastronomia indígena na Amazônia.

Claro que não poderia faltar um prato aconchegante, gnudi de ricota Jersey ao puxuri e folhas tostadas, almofadas macias e leves de massa artesanal conforta o estomago com textura das folhas de do ora pro nóbis tostadas e creme de puxuri e raspas de limão siciliano.

Para as sobremesas, mais surpresas, amburana e maracujá, folhas crocantes de massa amanteigada e creme de amburana com geleia de maracujá nativo. A semente de Amburana nativa é uma planta aromática balsâmica que contrasta com Maracujá da caatinga, equilibrando o doce com seu toque levemente azedo.

 

Novo prato do menu do restaurante Emiliano – Foto: Divulgação

Outra delícia é a banana deleite – lâminas de banana prata crocantes, cremoso de amendoim e doce de leite de ovelha do Rio Grande do Sul. Banana frita, intercalada com bananada e doce de leite de ovelha, contrasta com creme de amendoim.

Regaste de uma receita de família, afetiva e reconfortante, jimbelê de coco e goiaba, creme natural de milho do fruto fresco com coco e leite de amêndoas, servido com goiaba açucarada e pipoca doce.