Entenda a importância do mapa astral » Harper's Bazaar
Busca Home Bazaar Brasil

Entenda a importância do mapa astral

Saiba como ele atua no direcionamento da sua vida

by redação bazaar
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Por Mariana Queima

Para muitos, a astrologia ainda é encarada como um instrumento de previsão. O que poucos sabem é que a astrologia é uma das melhores ferramentas de autoconhecimento e orientação de vida, capaz de definir a natureza das coisas e revelar todo o potencial de um momento. É uma área de conhecimento que surgiu a partir da observação da relação existente entre o movimento do cosmos (os astros) e os acontecimentos da Terra.

Você sabe exatamente o que é um mapa astral de nascimento? Ele é um registro do posicionamento dos astros no céu no momento exato do seu nascimento, da sua primeira respiração. A carta natal (como alguns também se referem ao mapa) contém todas as informações que um profissional, que atua nesta área de conhecimento, precisa para interpretar os signos, planetas, aspectos, e todos os detalhes que irão revelar a natureza de cada pessoa, seu potencial inato, assim como seu lado mental, emocional, profissional, sua relação com a família, com o dinheiro, suas relações afetivas e demais áreas da vida.

Editorial de moda: Carine Roitfeld para Harper´s Bazaar US/ 2015 - Foto: Anthony Maule

Editorial de moda: Carine Roitfeld para Harper´s Bazaar US/ 2015 – Foto: Anthony Maule

O mapa astral é dividido em 12 setores (ou casas), que correspondem aos 12 signos que englobam todas as áreas da vida. Os planetas estarão em determinados signos em um mapa e distribuídos por essas casas. E os ângulos que formarão entre si, que chamamos de aspectos, são uma das principais chaves de interpretação de um mapa. Essas configurações podem variar muito de um horário e local para o outro, e são uma análise combinatória que tendem quase ao infinito.

Além disso, a astrologia também é uma linguagem de soma, uma característica não anula outra, elas vão se somando na personalidade. Por isso a interpretação de um mapa astral é complexa e contém vários tipos de informação. Outra questão muito relevante é que todo mundo contém os 12 signos em sua personalidade, ninguém é só o seu signo solar.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Editorial de moda: Carine Roitfeld para Harper´s Bazaar US/ 2015 - Foto: Anthony Maule

Editorial de moda: Carine Roitfeld para Harper´s Bazaar US/ 2015 – Foto: Anthony Maule

O que varia é a intensidade de cada um deles na sua personalidade de acordo com o posicionamento dos astros no seu mapa. As pessoas costumam se identificar apenas com o seu signo solar, que muda de signo a cada mês. E isso gera uma percepção muito equivocada do que é a verdadeira astrologia, porque esta não define as pessoas em 12 tipos. O que individualiza alguém é o seu mapa astral de nascimento e não o signo solar.

Os signos são arquétipos, carregam muitos significados, mas não individualizam ninguém. O mapa astral revela os potenciais, as qualidades, características de personalidade e desafios. A forma como cada pessoa irá desenvolver na sua vida prática as possibilidades apresentadas em seu mapa é muito particular e multifatorial. A genética, o ambiente em que se vive, condições socioeconômicas, dentre outros fatores irão definir a sua própria vida.

Editorial de moda: Carine Roitfeld para Harper´s Bazaar US/ 2015 - Foto: Anthony Maule

Editorial de moda: Carine Roitfeld para Harper´s Bazaar US/ 2015 – Foto: Anthony Maule

Leia mais:
Melhore o visual com a ajuda dos astros
Descubra os acessórios mais marcantes de cada signo
Mães e o zodíaco: entenda as características de cada signo
Conheça os diferentes significados do ultravioleta – a cor eleita pela Pantone em 2018