Fachada da Soul Kitchen, em São Paulo – Foto: Divulgação

Pensando na alimentação das pessoas em situação de rua frente à pandemia do COVID-19, o Serviço Franciscano de Solidariedade (SEFRAS), criado pela Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil, e Soul Kitchen, incubadora de projetos gastronômico, juntaram forças para ampliar a produção de quentinhas, o que resultou no projeto batizado de “Quentinha do Bem”.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

O desafio do projeto é aumentar a quantidade de refeições distribuídas diariamente. Nos últimos 15 dias, o SEFRAS distribuiu mais de 82,5 mil quentinhas para a população em situação de rua e desempregados no Centro de São Paulo, pouco mais de 5,5 mil por dia.

Neste novo cenário, o objetivo da iniciativa é garantir mais 4 mil quentinhas diariamente, durante os próximos dois meses, indo para 9,5 mil refeições. Para que isso seja possível, é necessário arrecadar R$ 960 mil, já que cada quentinha de 500 gramas, que contém feijão, legumes, tubérculos e proteína, tem o custo de R$ 4. Esse valor cobre não só as despesas com ingredientes, mas também a manutenção de 5 cozinhas e 28 cozinheiros que atuam na produção das refeições.

Marcas e pessoas físicas que possam contribuir com seu apoio devem procurar diretamente os canais. Em duas semanas de campanha, marcas como Ara Vartanian e Fazenda Futuro, foodtech brasileira que produz carne à base de plantas. Em breve o “Quentinha do Bem” terá um canal exclusivo no Rappi, com o primeiro projeto de doação da plataforma.

Serviço:
SEFRAS
Soul Kitchen