Marina Abadieff e Pedro Beck
Marina Abadieff e Pedro Beck

Por Ana Carolina Monteiro

Marina Abadjieff e Pedro Beck não tinham nem dois meses de namoro quando decidiram passar 40 dias dentro de um carro cruzando 12 mil km pelos EUA, sem roteiro. A aventura poderia acabar em casamento ou em caos, mas virou negócio.“A viagem estragou a gente.Voltamos querendo mais, com vontade de criar”, diz Marina. A primeira ideia foi um livro com as fotos tiradas por ela e com relatos do diário dele. Depois, quem sabe, um site.

Luiza Pereira - Foto: We Are Alive
Luiza Pereira – Foto: We Are Alive

O diretor de arte carioca e a fotógrafa mineira, agora juntos “há um ano e várias vidas”, resolveram,então, criar uma agência de curadoria de imagens, radicada em São Paulo, mas praticamente itinerante. Foi na estrada que a empresa brotou e é onde pretende seguir. Em dezembro, repetiram a façanha, desta vez pelo Uruguai. Antes de partirem, Pedro entrou em contato com uma modelo argentina que descobriu pelo Instagram. Nesse momento, surgiu o nome We Are Alive, que resume “o sentimento por trás de pegar um carro sem saber onde vai dormir na noite seguinte, de ser dono de suas escolhas”, explicam.

Luiza Pereira - Foto: We Are Alive
Luiza Pereira – Foto: We Are Alive

Com um acervo próprio que cabe em mala de mão, fotografam amigas, modelos e amigas modelos. Na linha faça-você-mesmo, produzem o casting, locacão, styling, capricham na direção de arte, fotografam, tratam e publicam. É um editorial pronto para revistas, marcas e sites fazerem bom proveito. O olhar é treinado: Pedro estudou Cinema e Marina foi fotógrafa de moda. Na bagagem audiovisual do casal estão referências da estética de David Lynch e Larry Clark, da nudez provocativa da fotógrafa Ellen Von Unwerth, passando pela literatura de David Foster Wallace. Nas redes sociais,as imagens das meninas em poses sensuais e despretensiosas foram sendo replicadas por revistas de moda, comportamento e tendências de todo o planeta.

Luiza Pereira - Foto: We Are Alive
Luiza Pereira – Foto: We Are Alive

Entre elas está a da cantora paulistana Luiza Pereira, vocalista da banda indie Inky. Com vergonha do corpo e sem aspirações a modelo, foi persuadida por Marina e Pedro a se deixar fotografar em uma manhã de ressaca pesada. O ensaio foi publicado na C-Heads, revista alemã de novas tendências, e reverberou em outras dezenas de publicações online. O trio repetiu o feito em fotos exclusivas para a Bazaar, que você vê nestas páginas. Com menos de quatro meses e com mais de 5 mil seguidores (e contando), emplacaram um ensaio na Cake Magazine e foram citados como inspiração na revista Nextdoor Model. A repercussão é quase toda de fora do Brasil: modelos querendo participar, marcas oferecendo roupas e profissionais atrás de colaborações.

Foto: We Are Alive
Foto: We Are Alive

 

Aqui, fizeram um editorial com a modelo Geiza Rodrigues para a revista Trip e já é deles o conteúdo da conta de Instagram da marca Hering. As modelos, profissionais ou não, posam sem remuneração, mas, quando acontece, o cachê é dividido entre os envolvidos. No mês passado, estrearam o site com as meninas, as estradas, o diário de bordo e uma loja virtual. No fim do ano, Pedro e Marina embarcam para a próxima road trip, que começa no Canadá e segue até onde o dinheiro da gasolina permitir.

Foto: We Are Alive
Foto: We Are Alive