5 tendências do pre-fall 2021 da Balenciaga para adotar já
Foto: Divulgação

Neste domingo (18.04), a Balenciaga lançou seu pre-fall 2021 em uma apresentação que, virtualmente, rodou o mundo. Com imagens em grandes pontos turísticos mundiais, a grife reforçou algumas características que já se tornaram DNA do trabalho de Demna Gvasalia na marca: ombros marcados, volumes e camadas de roupas.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Mas as apostas da Balenciaga vão além destas características. Veja abaixo cinco tendências que se destacam na coleção e que você já pode aderir com peças do seu guarda-roupa e mudanças de hábitos:

Sustentabilidade

Para o pre-fall 2021 da Balenciaga, Demna Gvasalia usou apenas tecidos sustentáveis – feitos à partir de materiais reciclados ou com certificações de produção responsável. Todas as roupas da coleção – que não pode ser chamada de totalmente sustentável pelo uso de alguns materiais, como as colas dos tênis – seguem este viés.

Apesar de a sustentabilidade não poder ser considerada apenas uma tendência e, sim, uma filosofia a ser adotada em diferentes aspectos da nossa vida, uma coleção como essa poder servir como exemplo e pontapé inicial para uma  mudança de hábitos e um entendimento que o cuidado com a natureza está completamente ligado a peças estilosas.

All black

Os últimos looks apresentados pela Balenciaga seguem uma mesma característica: são construídos apenas com peças pretas. Das roupas aos acessórios, os visuais ganham ares mais sóbrios e elegantes graças à cor escolhida. Mistura de texturas, construção de camadas, comprimentos exagerados e silhuetas amplas – com detalhes que destacam a cintura como exceção – são alguns dos truques de styling usados para deixar os looks mais interessantes.

Flores no inverno

Todos aprenderem em “O Diabo Veste Prada” que a estampa floral na primavera não é nada “groundbreaking”, mas e quando a estampa é adaptada para estações mais frias? Gvasalia criou para o pre-fall da grife amplos vestidos floridos, que unem silhuetas soltas a amplos volumes nos ombros e mangas.

Vestidos são combinados com meias com a mesma estampa ou sobreposto a camisetas de mangas compridas, resultando em visuais exagerados e pesados, que combinam mais com a ideia de pre-fall

Volume

Os ombros marcados e volumosos já se tornaram uma característica recorrente no trabalho de Gvasalia para a Balenciaga – tanto que esta característica foi homenageada na coleção “Aria” da Gucci – e a silhueta não poderia ficar de fora da nova coleção da grife. Vestidos, sobretudos, blazeres e outras peças ganham a silhueta ampla e arredondada que já se tornou must have.

Roupão na rua

Depois de um ano dentro de casa, é óbvio que o homewear vai influenciar a maneira como nos vestimos para sair – seja de forma abstrata, como o hype dos moletons, seja de forma mais óbvia, como os sobretudos apresentados pela grife que lembram roupões e as estolas que se assemelham a cobertores. De qualquer forma, a ordem do dia é o conforto.