Para sua estreia no line-up do São Paulo Fashion Week, a diretora de estilo da Acquastudio, Esther Bauman, propõe um novo olhar sobre a história da marca.

Nesta nova fase, a roupa de festa – parte do DNA da grife – se une a alfaiataria e ganha pegada navy, em silhuetas femininas, compostas por babados, plissados e viézes de efeitos geométricos, feitos à mão.

Os vestidos conduzem a coleção – em comprimentos longos e curtos – com tecidos nobres como organza, tule e rendas. A alfaiataria vem representada por materiais mais rígidos, como uma lapela estruturada, a la marinheiro, aplicada em diferentes looks ao longo do desfile, trazendo leve perfume boyish à coleção.

Pérolas de diferentes tamanhos são bordadas em saias, mangas, golas e corsês, reforçando a proposta feminina, também evidenciada pela cartela suave de tonalidades off-white e alguns toques de azul marinho, cor típica da referência navy.

Bazaar não deixou de reparar na minitendência que surge nesta temporada, com modelos em dupla na passarela tanto da Acquastudio, como de Adriana Degreas. Moda em dobro!